Escala (estatística)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A escolha de uma escala particular tem como consequências:

  1. As operações matemáticas que se são permitidas com as respectivas variáveis
  2. Quais as transformações que se podem fazer com as respectivas variáveis sem perda ou alteração da informação
  3. Qual a informação sustentada pela variável e que interpretações é que são possíveis
  4. As estatísticas de tendência central ou de dispersão que é possível determinar

Tipos de escalas[editar | editar código-fonte]

  1. Escala nominal - Variáveis expressas na escala nominal podem ser apenas "iguais" ou "diferentes" entre si. Não é feito qualquer ranking. Os números atribuídos servem apenas para identificar a pertença ou não pertença a uma categoria, ou de identificação. Exemplo: Matrículas de automóveis, códigos postais, estado civil, sexo, cor dos olhos, código de artigo, código de barras.
  2. Escala ordinal - A variável utilizada para medir uma determinada característica identifica que é pertencente a uma classe e pressupõe que as diferentes classes estão ordenadas sob um determinado ranking. Cada observação faz a associação do indivíduo medido a uma determinada classe, sem no entanto quantificar a magnitude da diferença face aos outros indivíduos. Exemplo: Escalão social, escalão salarial, escalas usadas na medida de opiniões.
  3. Escala métrica - Para além de ser possível ordenar os indivíduos, é também feita uma quantificação das diferenças entre eles. As escalas métricas dividem-se em dois subtipos:
    1. Escala intervalar: Um caso particular (e não muito frequente) das escalas métricas em que é possível quantificar as distâncias entre as medições mas onde não há um ponto nulo natural e uma unidade natural. Exemplo clássico são as escalas de temperatura Celsius e Fahrenheit, onde não se pode assumir um ponto 0 (ponto de nulidade) ou dizer que a temperatura X é o dobro da temperatura Y. Já a escala Kelvin não é considerada uma escala intervalar e sim uma escala de razão, por possuir zero absoluto[1] .
    2. Escala de razão ou rácio - A escala onde não só é possível quantificar as diferenças entre as medições como também estão garantidas certas condições matemáticas vantajosas, como um ponto de nulidade. Isto permite o quociente de duas medições, independentemente da unidade de medida. É possível fazer diferenças e quocientes e logo a conversão (de km em milhas, por exemplo). Exemplos de escalas de razão são a idade, salário, preço, volume de vendas, distâncias.

Referências

  1. mundoestranho.abril.com.br Como se escreve zero em números romanos? por Julio Rodrigues. Acessado em 08/03/2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]