Escala MELD

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A escala MELD ou Modelo para Doença Hepática Terminal, do inglês Model for End-Stage Liver Disease, é um sistema de pontuação para avaliar a gravidade da doença hepática crônica.

Ela utiliza os valores do paciente de bilirrubina sérica, creatinina sérica e índice internacional normalizado (INR) para predizer sobrevida. Este sistema também é utilizado para priorizar a alocação dos pacientes para transplantes hepáticos.

É calculado de acordo com a seguinte fórmula:

MELD = 3,78[Ln bilirrubina sérica (mg/dL)] + 11,2[Ln INR] + 9,57[Ln creatinina sérica (mg/dL)] + 6,43
Obs: Ln = Logaritmo natural

Interpretação[editar | editar código-fonte]

Na interpretação da escala MELD em pacientes hospitalizados, a mortalidade em 3 meses é:

  • 40 ou mais — 100% de mortalidade
  • 30–39 — 83% de mortalidade
  • 20–29 — 76% de mortalidade
  • 10–19 — 27% de mortalidade
  • <10 — 4% de mortalidade

Ver também[editar | editar código-fonte]