Escola Técnica de Eletrônica Franscisco Moreira da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde Junho de 2009).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa se localiza em Santa Rita do Sapucaí. Foi construída por Sinhá Moreira, uma milionária que viveu na cidade. Sendo filha de senadores da região, foi casada muito cedo com um político e com ele viajou parte do mundo. Um desses países em que ela esteve foi o Japão. Ela se impressionou com a tecnologia da época nesse país. Assim que voltou ao Brasil, se separou do marido porque o casamento não estava dando certo. Pouco tempo depois estava em Santa Rita do Sapucaí. Sua família lhe deu total apoio ao saber da notícia. Vendo que era possível construir uma escola técnica na cidade, começou a construção assim que saiu a permissão. Assim que a escola foi construída, foi inaugurada e, antes que a primeira turma formasse, ela faleceu. No seu testamento, deixou a direção da escola em mãos dos padres Jesuítas, que a direcionam até hoje. A ETE (como é chamada) é a primeira escola técnica da América Latina e forma vários profissionais para o mundo. É a primeira e única escola técnica que é dirigida pelos Padres Jesuítas.