Escola de Formação Complementar do Exército

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Solenidade de formatura do curso de formação de oficiais do quadro complementar 2009
Solenidade de formatura do curso de formação de oficiais do quadro complementar 2009.

A Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx) foi criada em 1989, com a denominação de Escola de Administração do Exército (EsAEx), na cidade de Salvador (BA). É responsável pela formação de militares do Quadro Complementar de Oficiais (QCO), de diversas áreas de interesse da Força Terrestre. Com duração de 9 meses, o curso de formação de oficiais é composto de duas fases: instrução militar básica e instrução específica, conforme a área em que o tenente-aluno estiver habilitado.

História[editar | editar código-fonte]

Criada em 5 de abril de 1988 com a denominação de Escola de Administração do Exército, a Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), cuja denominação atual passou a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2011, tem como objetivo preparar recursos humanos, particularmente no campo da administração militar, com o fim de contribuir para o aprimoramento dos procedimentos administrativos no âmbito do Ministério do Exército.

O Quadro Complementar de Oficiais (QCO) foi criado pela Lei 7.831, de 02 de Outubro de 1989, a fim de suprir as necessidades das organizações militares (OM), com pessoal de nível superior para, prioritariamente, desempenhar atividades complementares.

A inclusão do segmento feminino nas fileiras do Exército ocorreu em 1992, com a Turma Maria Quitéria e, a partir de então, anualmente, homens e mulheres concorrem, em igualdade de condições, ao Concurso de Admissão para o Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar.

A Portaria n° 1.080, de 8 de novembro de 2010 transformou a Escola de Administração do Exército (EsAEx) em Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx). Este estabelecimento de ensino pioneiro no preparo de recursos humanos para o Exército Brasileiro, nas áreas de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Magistério, Informática, Economia, Psicologia, Veterinária, Enfermagem e Comunicação Social com transformação, reuniu na EsFCEx os Cursos de Formação de Oficiais de Odontologia e Farmácia provenientes da Escola de Saúde do Exército (EsSEx), junto aos Cursos de Formação de Oficiais do Quadro Complementar.

Áreas de Funcionamento do Curso de Formação de Oficiais/Quadro Complementar[editar | editar código-fonte]

Formação Básica Militar[editar | editar código-fonte]

Com duração de 15 semanas de forma unificada e independente da especialidade de cada um. Sua finalidade é de promover o ajustamento do oficial-aluno às rotinas do Exército e a sua capacitação para o adequado desempenho profissional como militar. Nesse período serão ministradas instruções de cunho eminentemente militar.

Formação Específica[editar | editar código-fonte]

O Curso de Formação Específica, com duração de 17 semanas, tem como objetivo atender às peculiaridades do desempenho de cargos e funções a que se destina o Oficial do Quadro Complementar, por especialização profissional, em suma, busca o desenvolvimento das competências necessárias ao cumprimento das atribuições próprias da especialidade de cada um.

Durante o curso, os alunos da EsFCEx possuem o posto de Primeiro-Tenente R/2 Convocado, passando a integrar o QCO com o posto de Primeiro-Tenente da ativa ao concluírem o curso com aproveitamento. A partir de então, passam a seguir carreira, podendo ser promovidos até o posto de Coronel. Atualmente, já há alunos da primeira turma da Escola no posto de Tenente-Coronel.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]