Escrita ajami

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo Ajami (em árabe: عجمي), ou Ajamiyya (em árabe: عجمية), que vem da raiz árabe para "estrangeiro" ou "estranho, " é aplicado às ortografias arábicas usadas para escrever diversas línguas africanas.

Como as línguas da África envolvem formas e sistemas fonéticos diversos daqueles da língua árabe, houve frequentes modificações na escrita’’árabe’’ para transcrever essas línguas, processos similares aos ocorridos com a própria escrita árabe em países não árabes do Oriente médio e como o alfabeto latino em vários locais da África, Américas e Ásia.

A Língua haúça da África ocidental é um exemplo de lingual que utilize o alfabeto Ajami, especialmente no periodo pré-colonial, quando as escolas Qur'anic ensinavam às crianças o Árabe e daí o Ajami. Com a vinda dos colonizadores europeus passou a ser usada a escrita”Boko” (escrita latina para o Hausa) e, assim, houve queda no uso da escrita Ajami. Hoje é menos empregada do que o alfabeto latino padrão, mais o “Haúça Ajami’’ vem tendendo a crescer novamente, principalmente nos círculos islâmicos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]