Escuna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma escuna ou goleta[1] [2] é um tipo de veleiro caracterizado por usar velas de popa a proa em dois ou mais mastros. O que as distingue é o fato do mastro de ré, ou mezena, ser maior e mais alto que os demais. As escunas foram primeiro usadas pelos neerlandeses no século XVI ou XVII, e mais tarde desenvolvidas na América do Norte nos tempos da Guerra da Independência dos Estados Unidos da América, nave que se denominou brigue. Erroneamente chamam os barcos de passeio a motor que não usam velas de escunas, pois alguns deles têm mastros armados em escunas.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. João Pedro d'. AMORIM. Diccionario de Marinha. 1841. p. 174.
  2. Gazeta de Lisboa. Na officina de Antonio Correa Lemos.; 1819. p. 2.