Esfolamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michelangelo, "Juízo Final" - São Bartolomeu segurando a faca de seu martírio e sua pele esfolada, conjectura-se que Michelangelo incluiu um auto-retrato que descreve si próprio como São Bartolomeu depois de ter sido esfolado vivo. Um estudioso tem a teoria de que este é um reflexo dos sentimentos de desprezo que Michelangelo tinha para ser contratado para pintar "O Juízo Final".[1]

Esfolamento ou Flaying é a remoção da pele do corpo de um ser vivo.[2] Como um animal é esfolado, em preparação para o consumo humano, ou para obtenção do couro ou da pele, o que é mais comumente chamado de esfola, esfola é um método similar aplicada em seres humanos. A prática nos seres humanos era usado tanto como um método de tortura e execução, dependendo de quanto da pele é removida.[3] O esfolamento é uma prática antiga, utilizada pelos assírios e Dinastia Ming.

A morte por esfolamento[editar | editar código-fonte]

Segundo o dermatologista Ernst J. Sung, as principais causas de morte por esfolamento são o choque circulatório, perda crítica de sangue e outros fluidos corporais, hipotermia ou infecção, e, o tempo estimado para que a vitima venha a falecer pode variar entre algumas horas até alguns dias após o esfolamento [4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dixon, John W. Jr. The Terror of Salvation: The Last Judgment. Visitado em 2007-08-01.
  2. Dicionário Online de Português. Esfolamento. Visitado em 15 de março de 2012.
  3. Nota Positiva. Pena de Morte. Visitado em 15 de março de 2012.
  4. G. Jung, Ernst. Kleine Kulturgeschichte Der Haut. [S.l.]: Springer Science & Business Media, 2007. p. 69. ISBN 3798517576, 9783798517578.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.