Esgrima peniana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esgrima peniana (do inglês penis fencing) é um comportamento de cópula executado por certas espécies de planárias, como o Pseudobiceros hancockanus. Espécies que se engajam na prática são hermafroditas, possuindo gônadas produtoras de óvulos e gônadas produtoras de espermatozoides.[1]

Os indivíduos desta espécie "esgrimem" com seus pênis de duas pontas, semelhantes a adagas, que são pontudos e brancos. O espécime que tocar o outro inseminará o tocado, pois o esperma será absorvido pelos poros da pele, causando fertilização.[2] [3]

Manter filhotes, mesmo sendo necessário para a continuação da espécie, requer recursos consideráveis da mãe. Assim, no que tange ao esforço, é preferível ser pai a ser mãe. Entretanto, há outras espécies hermafroditas nas quais ambos os parceiros tentam ser inseminados, ao invés de insemintar.[3]

Outros usos[editar | editar código-fonte]

O termo também se aplica a uma atividade homossexual entre dois bonobos machos.[4]

Referências

  1. Leslie Newman. Fighting to mate: flatworm penis fencing. PBS.
  2. Michiels, N.K., and L.J. Newman. (1998). Sex and violence in hermaphrodites. Nature 391:647.
  3. a b Hermaphrodites duel for manhood, Science News Online. Accessed 14 March 2009..
  4. Bonobo Sex and Society, by: de Waal, Frans B.M., Scientific American, 00368733, Mar95, Vol. 272, Issue 3 (Word document) "They also practice so-called penis-fencing, in which two males hang face to face from a branch while rubbing their erect penises together.".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Invertebrados, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.