Espécie bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coral Chifre-de-Veado, uma das poucas espécie bandeira invertebrada.[1]

Uma espécie bandeira é uma espécie, geralmente um animal vertebrado, escolhida para representar uma causa ambiental, que pode ser desde a conservação da própria ou até a conservação de seu ecossistema inteiro. Essas espécies tornam-se então embaixadoras da causa, sendo consideradas ícones ou símbolos de uma determinada campanha de defesa ambiental.[2]

As espécies são escolhidas pela sua vulnerabilidade, atratividade e principalmente pelo seu carisma junto ao público, de forma a conseguir apoio e conhecimento de grande parte da população, engajando-a na conservação do meio ambiente.

Assim, o conceito de espécie bandeira se sustenta em que, trazendo à população devida atenção à situação de perigo de determinada espécie mais carismática, todo seu ecossistema e demais espécies menos empáticas (mas nem por isso menos importantes ou vulneráveis) do mesmo têm mais chances de serem preservados.[2]

Metodologia de escolha[editar | editar código-fonte]

A escolha da espécie bandeira não segue uma metodologia pré-estabelecida, entretanto, estudos conduzidos na Suíça demonstraram que a população leva em conta três fatores básicos para a definição de sua preferência por determinadas espécies: a aparência, o conhecimento prévio de sua existência e o conhecimento prévio sobre a sua vulnerabilidade ou importância ecológica. As espécies mais carismáticas, segundo esse estudo, são as borboletas, seguidas pelas aves e pelos grandes mamíferos.[3]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Uma família de micos-leão-dourado.

No Brasil, a principal espécie bandeira é o Mico-Leão Dourado (Leontopithecus rosalia), que representa a conservação do bioma Mata Atlântica. Também podem ser consideradas espécies bandeira a Onça-Pintada (Panthera onca), representando diversas fitofisionomias brasileiras (Mata Atlântica, Floresta Amazônica, Cerrado, Pantanal); O Tamanduá-Bandeira (Myrmecophaga tridactyla) representando o Cerrado e as Araras-Azuis (Anodorhynchus spp.), também do Cerrado e Pantanal.[4]

No Mundo[editar | editar código-fonte]

No mundo, diversas espécies bandeira podem ser destacadas, como o Tigre-de-Bengala (Panthera tigris tigris), da Índia; o Elefante-Africano (Loxodonta spp.); os Gorilas (Gorilla spp.), na África Central; o Urso-Polar (Ursus maritimus), no Canadá; o Orangotango (Pongo spp.) no sudeste asiático e, principalmente, o Urso-Panda (Ailuropoda melanoleuca) , da China, que devido ao seu enorme carisma foi escolhido como marca da WWF (World Wide Fund for Nature).[2]

Referências

  1. National Geographic Society: Ten Climate Change 'Icons' Announced: Staghorn Coral nationalgeographic.com (2011). Visitado em 5 de junho de 2011.
  2. a b c WWF: Meet our flagship species worldwildlife.org (2011). Visitado em 5 de junho de 2011.
  3. Conservation Maven: How to choose a flagship species for conservation conservationmaven.com (2011). Visitado em 5 de junho de 2011.
  4. Projeto Tamar: Espécies-Bandeira tamar.org.br (2011). Visitado em 5 de junho de 2011.