Espécie pioneira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Espécie pioneira ou oportunista é designação dada em Ecologia às espécies resistentes aos factores abióticos do ambiente que iniciam a colonização de um biótopo como primeira etapa de uma sucessão ecológica. São em geral organismos fotossintéticos, já que são normalmente os organismos iniciais da cadeia trófica.

Características[editar | editar código-fonte]

Em geral as espécies pioneiras têm uma grande valência ecológica, pois precisam de se adaptar a condições pouco favoráveis para a perpetuação de seres vivos. Devido a esta faculdade, são em geral espécies eurioicas (ou generalistas), muito tolerantes às variações das condições do ambiente, mas o número de indivíduos é em geral pouco elevado.

Desenvolvimento das espécies pioneiras no ecossistema[editar | editar código-fonte]

Nas sucessões primárias, as espécies pioneiras começam por alargar a área física de ocupação, em geral recobrindo terreno completamente infértil, como superfície de rochas ou outras estruturas que fiquem disponíveis para colonização. Pelo contrário, nas sucessões secundárias, as espécies pioneiras começam a estender a sua ocupação para lugares que sofreram perturbação que levou a uma regressão do ecossistema (por exemplo um incêndio ou uma praga), mas que conserva o solo bem desenvolvido com bom número de sementes pelo que em geral permitem sucessões mais curtas que as primárias.


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Exemplos de espécies pioneiras[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]