Espaldeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Espaldeira.

Espaldeira (também conhecida por brafoneira ou rebraço) é a parte da armadura que protege o ombro, ou num sentido mais abrangente, a parte da armadura que vai do ombro à manopla. O termo parece derivar do francês espaulier e remonta ao início do século XIV.[1]

Embora exemplares deste período histórico não tenham sobrevivido até os dias atuais, e as fontes iconográficas não sejam fiáveis, é extremamente provável que as primeiras espaldeiras tenham sido feitas de cuir bouille (couro endurecido), e não de metal, como usualmente se pensa. Mais tarde as espaldeiras evoluiram e passaram a ser compostas por chapas de ferro que eram anexadas às cotas de malha.

Crê-se que as espaldeiras foram desenvolvidas a partir dos gibões, coletes para proteção do corpo, quando placas de metal começaram a ser afixadas na parte superior dos mesmos durante o séc. XIV. Tal peça foi bastante utilizada ao longo do séc. XV, e era um costume de freires de ordens religiosas trazerem na espaldeira, pintada, a cruz que identificava as suas ordens.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Forja Medieval Página de assuntos sobre a Idade Média, inclusive armas
  • O Mestre d'Armas Empresa que fabrica armaduras e armas medievais sob encomenda
  • [1] Guilda dos Armoreiros