Espera de touros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campinos conduzindo a a manada
Espera de touros

A espera de touros é um costume taurino tradicional nas festas de muitas localidades e algumas cidades da região do Ribatejo em Portugal.

Consiste na condução de uma pequena manada normalmente de seis touros bravos e vários cabrestos (bois mansos), conduzidos desde os campos, através das ruas das localidades, por campinos montados a cavalo.

Os touros são encaminhados para uma praça de touros e depois fechados nos curros para serem posteriormente lidados numa tourada subsequente, ou então, quando se destinam a serem soltos numa Largada, são encerrados em currais montados para o efeito.

O espectáculo é seguido pela multidão abrigada na segurança das barreiras montadas nas ruas. Alguns mais corajosos saltam as barreiras e tentam incitar os toiros que na maioria das vezes, dado que vão encabrestados, seguem o seu caminho sem causar problemas.

São famosas as Esperas da Festa do Colete Encarnado de Vila Franca de Xira[1] , e das Festas do Barrete Verde e das Salinas de Alcochete[2] .

A Espera é semelhante ao Encierro espanhol, mas no Encierro a manada é precedida por uma pequena multidão de corajosos que correm para não serem alcançados, o que normalmente não conseguem, provocando habitualmente um número elevado de feridos e muitas vezes mortos.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Festa do Colete Encarnado, Esperas de Toiros. C.M. de Vila Franca de Xira (2012). Página visitada em 31 de julho de 2012.
  2. Festas do Barrete Verde e das Salinas, Esperas de Toiros. C.M. de Alcochete (2009). Página visitada em 31 de julho de 20122.


Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.