Esperantina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Esperantina (Piauí))
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}
Município de Esperantina
Bandeira de Esperantina
Brasão de Esperantina
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 setembro
Fundação Sendo primeiro elevado a nível de Vila em 25 de junho de 1920. Em 15 de dezembro de 1938 é elevada a Cidade. Mas somente em 30 de dezembro de 1943 é mudado o topônimo Boa Esperança para Esperantina.
Gentílico esperantinense
Prefeito(a) Lourival Bezerra Freitas
(2013–2016)
Localização
Localização de Esperantina
Localização de Esperantina no Piauí
Esperantina está localizado em: Brasil
Esperantina
Localização de Esperantina no Brasil
03° 54' 07" S 42° 14' 02" O03° 54' 07" S 42° 14' 02" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Norte Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Baixo Parnaíba Piauiense IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Morro do Chapéu do Piauí; Joaquim Pires; São João do Arraial; Batalha; Campo Largo do Piauí; Barras.
Distância até a capital aproximadamente 180 km
Características geográficas
Área 911,213 km² [2]
População 37 765 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 41,44 hab./km²
Altitude 59 m
Clima Segundo o Instituto De Geografia e Estatística (IBGE), predomina na cidade de Esperantina o clima Tropical Megatérmico, dos mais quentes do Brasil e sub-úmido.
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,605 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 120 014,281 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 223,50 IBGE/2008[5]
Página oficial

Esperantina é um município brasileiro do estado do Piauí.


Lista de prefeitos de Esperantina[editar | editar código-fonte]

Criada a vila de Boa Esperança em 1920 foram intendente e prefeitos de Esperantina:


01º – Manoel Lages Rebêlo (1921 – 1924)

02º – Manoel Lages Rebêlo (1925 – 1928)

03º – José Fortes Castelo Branco (1929 – 1930)


Com a extinção do cargo de intendentes foram nomeados prefeitos:


01º – Manoel Lages Rebêlo (09.10.1930 – 31.05.1931)

02º – José Felipe de Madeira Campos (01.06.1931 – 01.07.1931)

03º – Manoel Carvalho Ramos (18.09.1934 – 26.03.1936)

04º – Antonio Diniz Chaves (27.03.1936 – 10.11.1937)

05º – Antonio Diniz Chaves (01.12.1937 – 23.11.1945)

06º – Gonçalo Furtado Filho (24.11.1945 – 23.12.1945)

07º – Manoel Lages Rebêlo (24.l2.l945 – 23.12.l945)

08º – Edson Rebêlo de Carvalho (23.03.1943 – 11.05.1947)

09º – Wager de Sousa Campos (12.05.1947 – 27.01.1948)

10º – Claudemira Regina de Carvalho Fortes (28.01.1948 – 08.02.1948)

11º Francisco de Sousa Fortes (09.02.1948 – 20.04.1948)


Prefeitos eleitos em pleito popular:


12º – Joaquim Batista Amorim (21.04.1948 – 31.01.1951)

13º – José Nogueira da Aguiar (1.02.1951 – 30.01.1959)

14º – Harmi1ton de Melo Rebêlo (31.0l.1955 – 30.01.1959)

15º – Antônio Diniz Chaves (31.01.1959 – 30.01.1963)

16º – José Patriotino Rebêlo (31.01.1963 – 30.01.1967)

17º – Edson Rebêlo de Carvalho (31.01.1967 – 30.01.1971)

18º – Luís Gonzaga Rebêlo (31.01.1971 – 30.01.1973)

19º – Zoraide Fernandes de Carvalho (31.01.1973 – 31.01.1977)

20º – Francisco das Chagas Rebêlo (01.02.1977 – 31.12.1982)

21º – Manoel Lages Filho (01.01.1983 – 31.12.1988)

22º – Joe Alves de Alcântara (01.01.1989 – 31.12.1992)

23º – José Ivaldo Franco (01.01.1993 – 31.12.1996)

24º – Francisco das Chagas Rebêlo (01.01.1997 – 20.02.2000)

25º – Alfredo Castro Filho (10.03.2000 – 31.12.2000)

26º – José Ivaldo Franco (01.01.2001 – 31.12.2004)

27º – Antonio Felipe Santolia Rodrigues (01.2005 – 30.10.2008)

29º – Francisco Antônio de Sousa Filho (01.01.2009 – 31.12.2012)

30° - Lourival Bezerra Freitas (01.01.2013 - 31.12.2016)

Biblioteca pública municipal[editar | editar código-fonte]

A biblioteca pública municipal possui um acervo de 8500 peças, tendo uma frequencia média mensal de 164 usuários e tem uma área construída de 400 metros quadrados. O acervo é catalogado segundo os códigos AACR2 e AACR; situa-se à praça Diógenes Rebelo, 868, no centro da cidade.

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Estações de rádios[editar | editar código-fonte]

Consulte abaixo a listagem das rádios que são captadas em Esperantina:

Emissoras de TV[editar | editar código-fonte]

Consulte abaixo a listagem dos canais de televisão que são captadas em Esperantina:

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.