Espigão d'Oeste

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Espigão do Oeste
"Espigão"
Bandeira de Espigão do Oeste
Brasão de Espigão do Oeste
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 16 de junho de 1981 (33 anos)
Gentílico espigoense
Prefeito(a) Célio Renato Silveira (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Espigão do Oeste
Localização de Espigão do Oeste em Rondônia
Espigão do Oeste está localizado em: Brasil
Espigão do Oeste
Localização de Espigão do Oeste no Brasil
11° 31' 29" S 61° 00' 46" O11° 31' 29" S 61° 00' 46" O
Unidade federativa  Rondônia
Mesorregião Leste Rondoniense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cacoal IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Aripuanã (N), Vilhena (L), Cacoal (O), Pimenta Bueno (S).
Distância até a capital
Características geográficas
Área 4 518,055 km² (RO: 16º)[2]
Área urbana 6,21 km² (RO: 11º) – est. Embrapa[3]
População 31 699 hab. (RO: 13º) –  IBGE/2013[4]
Densidade 7,02 hab./km²
Altitude 270 m
Clima equatorial Am
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,672 médio PNUD/2010 [5]
Gini 0,420 (RO: 34º) – est. IBGE 2003[6]
PIB R$ 429 621 mil (RO: 11º) – IBGE/2011[7]
PIB per capita R$ 14 833,45 IBGE/2011[7]
Página oficial

Espigão do Oeste é um município brasileiro localizado na região leste do estado de Rondônia. Com uma população de 31 699 habitantes[4] , a cidade é conhecida por ser povoada por descendentes de pomeranos.[8] É o 13º município mais populoso e o 11º com a maior população urbana de Rondônia. A cidade é Bi-Campeã Nacional da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas,[9] [10] detém o 11º maior PIB do Estado, o melhor IDEB de Rondônia e o 40º melhor IDH da região Norte do Brasil.

O município é sede da Federação de Motociclismo do Estado de Rondônia e o atual 6º colocado no Campeonato Rondoniense de Futebol de 2013[11] , com o Esporte Clube Espigão.

História[editar | editar código-fonte]

No ano de 1969, Espigão já era uma Vila e em 12 de agosto de 1970, numa cerimônia emocionante foi plantado um cruzeiro por Vicente Vanin Martins e junto ao cruzeiro, uma garrafa, tendo em seu interior um papel com os comes das pessoas que participaram do evento. Na ocasião, por falta de vinho, não foi celebrada a 1ª missa, a mesma aconteceu mais tarde, no dia 07 de setembro de 1970, sendo então celebrada pelo Padre Adolfo Rool. Mas as dificuldades dos colonizadores não pararam aí. Nos anos seguintes, especialmente em 1975, vários acontecimentos marcaram tragicamente o povo tão sofrido de Espigão do Oeste, que lutavam por um futuro melhor. A colonizadora ltaporanga dividia os lotes em 2000 ha e cobrava dos colonos apenas o trabalho de topografia, isto é, a demarcação dos mesmos. No entanto, o INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) só regularizaria as terras, se os lotes fossem reduzidos a 100 ha, e os colonos retirassem um interdito probatório que eles haviam impetrado contra o Instituto, como medida de garantia da posse das terras.

Porém, esta proposta foi acolhida com desagrado pelos colonos e houve revolta geral, quando receberam a notícia de que funcionários do INCRA viriam para cortar as terras. Indignados, os colonos decidiram serrar a ponte sobre o Igarapé Amola Faca, para impedir a passagem dos tais funcionários, mas nesse mesmo dia, 28 de abril de 1975, policiais armados invadiram a Vila de Espigão e num ato de injustiça e crueldade espancaram trabalhadores bons e honestos. Várias pessoas foram presas e somente depois de muita luta, conseguiram liberdade. Em compensação à tanto sofrimento, conseguiram logo em seguida os documentos das terras.

Com isso, encerrou-se a dolorosa etapa pela qual passou o povo de Espigão do Oeste, sendo então nomeado como o 1º administrador o Sr. José Salla.[12]

Relações Intermunicipais[editar | editar código-fonte]

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

A geminação de cidades é um conceito que tem como objetivo criar relações e mecanismos protocolares, essencialmente em nível econômico e cultural, através dos quais cidades ou vilas de áreas geográficas ou políticas distintas, estabelecem laços de cooperação.

Vila Pavão foi o município capixaba que na década de 1980 mais perdeu habitantes para as novas áreas de colonização, especialmente para o município de Espigão do Oeste. Não existem no Brasil duas cidades tão distantes (3.040 quilômetros), com tamanha identidade histórica e cultural.[14] Atualmente, Espigão do Oeste é considerada a cidade mais pomerana da região Norte do País,[8] e tornou-se um ponto de turismo para os pavoenses que, freqüentemente, visitam seus parentes e amigos rondonienses.[15]

Histórico político[editar | editar código-fonte]

Câmara Municipal de Espigão do Oeste

A administração de Espigão do Oeste começou em 1974, quando foi criado um Conselho Comunitário, tendo como presidente e responsável pela administração José Salla, até o ano de 1977, quando então transferiu essa responsabilidade para Dilson Rodrigues Bello. Em 3 de março de 1977, foi criado o sub-distrito de Espigão do Oeste e em janeiro de 1978 foi estabelecido o núcleo administrativo, ficando assim oficializado como administrador Dílson Rodrigues Belo, que exerceu tal função até 1980, e a repassou para Félix José da Silva e este por sua vez administrou até a sua emancipação. Espigão do Oeste foi desmembrado do município de Pimenta Bueno quando passou a município, criado pela Lei n° 6.921, de 16 de junho de 1981.[12]

Prefeitos e vereadores[editar | editar código-fonte]

Em 1982, Lúcia Tereza foi eleita prefeita de Espigão do Oeste, sendo a primeira mulher eleita prefeita de uma cidade Amazônica.[12] A Câmara municipal de Espigão do Oeste, teve a sua 1ª legislatura[16] empossada no dia 3 de março de 1983, sob a presidência do vereador eleito, Martins João Mundel.

Aspectos geográficos[editar | editar código-fonte]

Limites[editar | editar código-fonte]

Chegando em Espigão do Oeste

O município de Espigão do Oeste limita-se:[17]

Ao Norte: com o Estado do Mato Grosso; Ao sul: com o município de Pimenta Bueno; Ao Leste: com o município de Vilhena; A Oeste: com o município de Cacoal.

Relevo[editar | editar código-fonte]

A área urbana do município de Espigão do Oeste é composta de terras baixas e altas, isto é, ligeiramente onduladas; enquanto que a área rural apresenta ondulações mais acentuadas como morros e serras, sendo o ponto mais alto a Serra Azul, com 543 metros, localizado a 70 km da sede do município.[18]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Floresta Amazonica, em Espigão do Oeste

Em Espigão do Oeste, como em todo o Estado de Rondônia. Predomina a Floresta Equatorial (ou amazônica) e uma pequena parte de cerrado. A Floresta Equatorial: É composta de grande quantidade de árvores dos mais variados tamanhos entrelaçados de cipós e plantas menores. Existem três tipos de florestas:

Uma pequena parte do município é formada por cerrado, que são árvores baixas, com galhos retorcidos, folhas grandes, tronco torto recoberto de cascas grossas. Crescem vegetações baixas e outras rasteiras como gramíneas e capins. Essas pequenas árvores, por nascerem em região mais ou menos seca, apresentam raízes que, chegam a atingir 20m à procura de água.[19]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Espigão do Oeste possui vários rios, sendo os mais importantes:

Apresenta também muitos Igarapés, sendo o mais importante:

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Espigão do Oeste é considerado tropical (tipo Am segundo Köppen), com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 27 °C, tendo invernos brandos e verões com temperaturas altas. Os meses mais quentes, agosto, setembro e outubro tem temperaturas médias entre 28 e 29,5°C e os meses mais frios, maio, junho e julho, de 25 à 26 °C.

A precipitação anual média é de 1 827,5 mm, concentrados principalmente no verão. As estações do ano são pouco definidas: o inverno é ameno e seco, e o verão, quente e chuvoso. Outono e primavera são estações de transição.

No inverno, o ingresso de fortes massas de ar polar - responsáveis pela Friagem na região sul da Amazônia - acompanhadas de excessiva nebulosidade às vezes fazem com que as temperaturas permaneçam muito baixas, mesmo durante a tarde. Tardes com temperaturas máximas que variam entre 19 °C e 21 °C occerem algumas vezes no ano, durante essa época. Durante o inverno, já houve vários registros de tardes em que a temperatura sequer ultrapassou a marca dos 17 °C, como em 17 de julho de 2010. Os registros de Geadas na cidade são raros, porém, em 19 de Julho de 1975 - quando o Brasil registrou um dos seus invernos mais rigorosos - o fenômeno da Geada foi registrada na cidade, assim como em várias cidades do Sul de Rondônia.[20]


Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Espigão do Oeste Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima registrada (°C) 36,6 36,3 36,7 37,1 37,0 35,6 35,9 37,8 38,3 38,5 36,9 35,4 38,5
Temperatura máxima média (°C) 31,4 31,3 32,3 32,4 32,5 32,6 33,0 35,4 36,4 34,3 32,8 31,7 33,0
Temperatura mínima média (°C) 23,3 23,0 23,2 23,0 21,7 20,6 19,9 20,9 23,6 23,2 23,4 22,8 22,4
Temperatura mínima registrada (°C) 20,1 19,9 20,5 18,7 11,4 11,0 9,4 14,1 17,7 20,1 21,4 18,6 9,4
Precipitação (mm) 302 340 249 176 139 23 9 14 39 157 179 204 1 831
Fonte: CEMEK 12 de julho de 2012.

O fenômeno da Friagem - muito comum na região em épocas de inverno - é observada na cidade cerca de 6 a 12 vezes ao ano. Ela é responsável pela brusca queda de temperatura, e dura entre 3 e 6 dias. Em 2010, devido a friagem, foram registradas várias temperaturas abaixo dos 14°C:[20]

População[editar | editar código-fonte]

Bem Vindo á Espigão do Oeste

Espigão do Oeste, com 31 699 habitantes é a 13ª cidade mais populosa do estado de Rondônia. Sua densidade é de 7,02 hab./km².


Evolução Populacional de Espigão do Oeste.[21]

População residente por região de nascimento
Região Norte
50,67%
Região Sudeste
24,05%
Região Sul
11,46%
Região Centro-Oeste
7,70%
Região Nordeste
5,68%
Exterior
0,03%

Metade da população da cidade é composta por pessoas de todas as regiões do Brasil.

Indicadores Sociais, Históricos e Geográficos[editar | editar código-fonte]

Hospital Memorial
Indicador Valores Pos. RO
Área 4.518,055 km² 16º
População 31.699 habitantes 13º
Data de Fundação 16 de junho de 1981
PIB R$ 366.718 13º
PIB per capita R$ 12 764,73 32º
Religião: Católicos 53,92% 36º
Religião: Evangélicos 38,4%
IDH 0.672 - médio 12º
Gini 0.42 34º
Índice Firjan 0,6245

Economia[editar | editar código-fonte]

O PIB da cidade é de R$ 366 718 e o PIB Per capita R$ 12 764,73.[22]

Composição econômica de Espigão do Oeste
Serviços
55,79%
Agropecuária
35,54%
Indústria
8,66%

Espigão do Oeste detém o 13º maior PIB de Rondônia.

Evolução do PIB de Espigão do Oeste.[23]

Produção de Aves[editar | editar código-fonte]

Espigão do Oeste é o maior produtor de Aves de Rondônia, com 1.137.735 cabeças/ano (2009). A cidade possuí uma unidade da Globo Aves, sendo o primeiro, único e maior Frigorifico Industrial de Frango da Amazônia, habilitado pelo SIF (Serviço de Inspeção Federal, do Ministério da Agricultura).

  • Fabrica de Ração;

Capacidade de Produção: 6.000 toneladas ao mês

  • Incubatório;

Capacidade: 1.500.000 ovos por mês

  • Frigorifico;

Capacidade de Abate: 50.000 aves por dia.

Extrativismo mineral[editar | editar código-fonte]

Em Espigão do Oeste, foi comprovada a existência de vários minérios como:

Usina do calcário[editar | editar código-fonte]

No município, está localizada a única jazida de calcário de Rondônia, que possuí uma jazida de aproximadamente 260 milhões de toneladas de calcário para ser explorada por cerca de 200 anos. De grande utilidade na correção da acidez e por melhorar o aproveitamento dos nutrientes do solo, o calcário é muito procurado pelos agricultores que querem melhorar suas terras e a produtividade. A usina produz em média cerca de 3,5 toneladas por mês e conta com 16 funcionários.[24]

Reserva Roosevelt[editar | editar código-fonte]

Na Reserva Roosevelt, formada por 2,7 mihões de hectares e de propriedade dos Indíos Cintas-Largas, localizada em Espigão do Oeste, habitam cerca de 1.200 indíos.

Um estudo inédito que mapeou as reservas minerais do Brasil, apontou que o garimpo do Roosevelt é de uma espécie raríssima. Elaborado pela Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM), o levantamento apontou que o kimberlito tem 1,8 bilhão de anos e uma capacidade de produção de no mínimo um milhão de quilates por ano. Esse número subestimado coloca a Roosevelt, no mínimo, entre as cinco maiores minas de diamantes do mundo. A capacidade real somente poderá ser verificada com uma análise mais detalhada, o que ainda não foi feito, pois o garimpo está localizado em área indígena. Para especialistas, a sondagem poderá indicar a Roosevelt como a maior mina do planeta.[25]

Religião[editar | editar código-fonte]

Católicos: 53,94%, evagélicos: 38,36% e outros/sem religião: 7,7%.[26]

A cidade possui o maior percentual de evangélicos de Rondônia e o 64º maior do Brasil.

Esportes e lazer[editar | editar código-fonte]


Praça Municipal Nilo Balbinot[editar | editar código-fonte]

Praça Municipal localizada no centro de Espigão do Oeste, antiga Escola 7 de Setembro. A Praça atrai milhares de pessoas na época do natal e do reveillon, época em que a praça é decorada pela prefeitura da cidade. A praça é uma das mais linda de Rondônia, devido estar bem conservada.

Esporte Clube Espigão[editar | editar código-fonte]

O Esporte Clube Espigão, fundado em 7 de maio de 2008, é um clube brasileiro de futebol, representante da cidade nas competições estaduais e nacionais. É o time profissional mais novo do estado. Foi campeão da 2ª Divisão do Campeonato Rondoniense de 2008[27] e Campeão do Campeonato Rondoniense de Futebol de 2011[28] . Em 2012, representou Rondônia na Copa do Brasil[29] e foi vice-campeão do Campeonato Rondoniense[11] .

RO-387, que liga Espigão do Oeste á BR-364

Eventos[editar | editar código-fonte]

Esportivos[editar | editar código-fonte]

  • Joer - Jogos Escolares de Rondônia:
    • Fase Municipal (anualmente)
    • Fase Regional (ocasionalmente)
    • Fase Final (raramente)
  • Festival de Handebol (anualmente)
  • Latino Americano de Motocross (ocasionalmente)
  • Etapa do Campeonato Estadual de Motocross (frequentemente)
  • Etapa do Campeonato Estadual de Velocross (ocasionalmente)
  • Etapa do Campeonato Estadual de SuperCross (ocasionalmente)
  • Jogos do Campeonato Rondoniense de Futebol (anualmente)
  • Jogo da Copa do Brasil de Futebol (realizado em 2012)
  • Jogos do Campeonato Rondoniense de Futebol - Sub18 (ocasionalmente)
  • Copa Dragões do Norte (ocasionalmente)

Lazer[editar | editar código-fonte]

  • Exposição Agropecuária e Industrial de Espigão do Oeste - EXPOESTE (anualmente)
  • Reveillon (anualmente)
  • Festa da Comunidade Luterana da Paz (anualmente)
  • Festa Típica da APAE (anualmente)
  • Festa da Laranja (anualmente)
  • Festa Típica Pomerana (anualmente)
  • Rally da Grande Família (anualmente)
  • Rally das Garotas Super Poderosas (anualmente)
  • Desafios dos Estados - Etapa Rondônia (frequentemente)
  • Carnaval (anualmente)
  • Festas das Festas (anualmente)
  • Desfile Cívico de 7 de Setembro (frequentemente)

Educação[editar | editar código-fonte]

Alunos e Escolas[editar | editar código-fonte]

No município existem 28 escolas, sendo:

  • 11 Municipais;
  • 15 Estaduais;
  • 1 Particular e
  • 1 Filantrópica/Conveniada.

Total de Alunos.[30]

Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Total
664 4.715 1.345 6.724
9,9% 70,1% 20,0% 100%

Principais escolas[editar | editar código-fonte]

As principais escolas da cidade, baseado no número de alunos matriculados, são[31] :

  • Escola 7 de Setembro: Escola Estadual pioneira da cidade, fundada em 1973. Está localizada no Centro do município, onde atende 930 alunos do Ensino Médio (1º ao 3º ano)[30] .
  • Escola Jerris Adriani Turatti: Escola Estadual fundada em 20 de Dezembro de 1991. Está localizada no bairro Vista Alegre, onde atende 777 alunos do Ensino Fundamental (regular e EJA) (1º ao 9º ano).
  • Escola Jean Piaget: Escola Estadual localizada no bairro Morada do Sol, onde atente 769 alunos. Atendendo alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) e Ensino Médio (regular e EJA) (1º ao 3º ano).
  • CEEJA Donizete Romualdo da Silva: O Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos está localizado no Centro da cidade e atende 706 alunos dos Ensinos Fundamental (EJA) e Médio (EJA).
  • Escola Fernanda Souza de Paula: Escola Estadual, localizada no bairro Liberdade. Atende 554 alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano).
  • Escola Teobaldo Ferreira: Escola Municipal fundada em 1996. Está localizada no bairro Jorge Teixeira e atende 475 alunos do Ensino Fundamental. (1º ao 9º ano)
  • Escola Clelia David Mundim: Escola Municipal localizada no bairro Liberdade. Atende 425 alunos dos Ensinos Infantil e Fundamental.
  • Escola Tancredo de Almeida Neves: Escola Municipal localizada na zona rural da cidade, onde atende 389 alunos dos Ensinos Infantil e Fundamental (1º ao 9º ano).
  • Escola Vinícius de Moraes: Escola Estadual, localizada no bairro Caixa d'Agua. Atende 345 alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano).
  • Escola Simone Moura Rosa: Escola Municipal localizada no bairro São José, onde atende 368 alunos dos Ensinos Infantil e Fundamental (1º ao 4º ano)
  • Escola Monteiro Lobato: Escola Particular, fundada em 16 de maio de 1994. Está localizada no bairro São José, onde atende 278 alunos dos Ensinos Infantil, Fundamental (1º ao 9º ano) e Médio (1º ao 3º ano).

IDEB[editar | editar código-fonte]

Idaron

Espigão do Oeste possui um dos melhores Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do estado de Rondônia, segundo dados do Ministério da Educação do ano de 2009.[32]

  • Rede municipal

Anos iniciais (1º ao 5º ano)

  • IDEB 2011: 4,8 (13º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,5 (10º melhor de RO);
  • IDEB 2007: 4,3 (melhor de RO);
  • IDEB 2005: 3,9 (4º melhor de RO).

Anos finais (6º ao 9º ano)

  • IDEB 2011: 3,9 (9º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,1 (2º melhor de RO);
  • IDEB 2007: 3,9 (4º melhor de RO);
  • IDEB 2005: sem avaliação.
  • Rede estadual

Anos iniciais (1º ao 5º ano)

  • IDEB 2011: 5,1 (11º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,9 (5º melhor de RO);
  • IDEB 2007: 4,0 (18º melhor de RO);
  • IDEB 2005: 3,8 (18º melhor de RO).

Anos finais (6º ao 9º ano)

  • IDEB 2011: 4,4 (2º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,4 (Melhor de RO);
  • IDEB 2007: 3,6 (10º melhor de RO);
  • IDEB 2005: 3,8 (Melhor de RO).
  • Rede pública

Anos iniciais (1º ao 5º ano)

  • IDEB 2011: 5,0 (13º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,8 (4º melhor de RO);
  • IDEB 2007: 4,1 (7º melhor de RO);
  • IDEB 2005: 3,9 (7º melhor de RO).

Anos finais (6º ao 9º ano)

  • IDEB 2011: 4,2 (3º melhor de RO);
  • IDEB 2009: 4,4 (melhor de RO);
  • IDEB 2007: 3,6 (12º melhor de RO);
  • IDEB 2005: 3,7 (4º melhor de RO).

OBMEP[editar | editar código-fonte]

Ministério Público de Espigão do Oeste

As Escolas de Espigão do Oeste participam regularmente da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, obtendo diversos sucessos. Desde sua primeira participação na OBMEP, em 2005, até 2011, a cidade conquistou 6 Medalhas de Bronze e 59 Menções Honrosas. Em 2008 e 2011 a cidade foi contemplada com um Troféu, ao obter a melhor nota média de Rondônia.[33]

Bairros[editar | editar código-fonte]

Fórum Min. Miguel Seabra Fagundes

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

  • Boa Vista do Pacarana (Pacarana)
  • Nova Esperança
  • Flor da Serra (14 de Abril)
  • Novo Paraíso (Canelinha)

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Urbanização das cidades brasileiras Embrapa Monitoramento por Satélite. Página visitada em 30 de Julho de 2008.
  4. a b População dos Municípios 2013 IBGE 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1º de julho de 2013). Página visitada em 1º de setembro de 2013.
  5. Ranking IDHM Municípios 2010 Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 1º de setembro de 2010.
  6. Indice GINI Cidade Sat. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2000). Página visitada em 06 de agosto de 2011.
  7. a b Produto Interno Bruto 2011 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 18 de junho de 2014.
  8. a b Os Pomeranos de Espigão do Oeste - RO
  9. OBMEP. Lista das Secretarias de Educação Premiadas - OBMEP 2008. Página visitada em 30 de novembro de 2012.
  10. OBMEP. Secretarias de Educação Premiadas - OBMEP 2011. Página visitada em 30 de novembro de 2012.
  11. a b Globo.com. ‘O campeão voltou' Ji-Paraná vence o Espigão e conquista o título 2012. Página visitada em 28 de maio de 2013.
  12. a b c Acessoria particular. História de Espigão do Oeste. Página visitada em 17 de maio de 2011.
  13. Prefeitura de Vila Pavão. Espigão do Oeste e Vila Pavão (ES) - Cidades Gêmeas. Página visitada em 02 de Outubro de 2011.
  14. Livro “Espigão do Oeste (RO) e Vila Pavão (ES) – Cidades Gêmeas” será lançado em agosto
  15. jornal vox populi. Espigão do Oeste e Vila Pavão (ES), podem virar Cidades Gêmeas. Página visitada em 02 de Outubro de 2011.
  16. Prefeitura Municipal. Histórico Político. Página visitada em 30 de novembro de 2010.
  17. Prefeitura Municipal de Espigão do Oeste. Limites de Espigão do Oeste. Página visitada em 30 de novembro de 2010.
  18. Prefeitura Municipal de Espigão do Oeste. Aspectos Geográficos. Página visitada em 04 de maio de 2011.
  19. Prefeitura Municipal de Espigão do Oeste. Vegetação. Página visitada em 04 de maio de 2011.
  20. a b Gente de Opinião. Rondônia tem a pior onda de frio desde 1994, com 9,2°C em Vilhena. Página visitada em 12 de Julho de 2012.
  21. IBGE. Contagem da População dos Municípios 1996-2012.
  22. IBGE. Título não preenchido, favor adicionar. Página visitada em 11 de setembro de 2013.
  23. IBGE. Produto Interno Bruto dos Municípios 1999-2009.
  24. Usina de Calcário de Espigão do Oeste. Página visitada em 04 de maio de 2011.
  25. Reserva Roosevelt. Página visitada em 04 de maio de 2011.
  26. Revista de Estudos da Religião. Espigão do Oeste possui mais evangélicos de Rondônia. Página visitada em 04 de maio de 2011.
  27. Campeonato Rondoniense - Segunda Divisão 2008 Bola na Área. Página visitada em 28 de maio de 2013.
  28. Espigão perde, mas leva título rondoniense nos pênaltis Campeonato Rondoniense. Globo.com (03 de Julho de 2011). Página visitada em 28 de maio de 2013.
  29. Rondoniaovivo. Espigão estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira. Página visitada em 28 de maio de 2013.
  30. a b Imprensa Nacional. Diário Oficial da União. Página visitada em 11 de Setembro de 2012.
  31. INEP. Censo Escolar 2012. Página visitada em 28 de maio de 2013.
  32. INEP. Espigão do Oeste possui os melhores IDEB's de Rondônia. Página visitada em 11 de Setembro de 2012.
  33. INEP. Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Página visitada em 11 de Setembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]