Esporte Clube Moleque Travesso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esporte Clube Moleque Travesso


Dados do Time
Local São Paulo, SP (BRA)
Apelido Moleque Travesso (não possui relação com o

Juventus da Mooca)

Fundação 10 de Janeiro de 1963
Estádio Não Possui
Presidente João Saladino Junior (Salada)
Técnico Theolino Pinto de Araújo (Briola)
Divisão Várzea paulistana

O Esporte Clube Moleque Travesso é um clube amador brasileiro de futebol da cidade de São Paulo (cidade), situado no bairro de Vila Guarani. Fundando em 1963, o clube tornou-se uma das maiores equipes de futebol de várzea do estado e já revelou jogadores que ganharam fama nacional e internacional no futebol profissional, como os casos de César Sampaio (S.E. Palmeiras e Seleção Brasileira) e Schumacher (Vasco da Gama e Seleção Brasileira de futebol de salão).

História[editar | editar código-fonte]

Os responsáveis pela fundação do clube em 10 de janeiro de 1963 foram: Egídio (Nicão), Diego, Klaus (Rudão), Nazir (Mirtola) e Zé Macabra. Criado apenas para divertimento, o clube foi crescendo no cenário amador de São Paulo e foi ganhando reconhecimento no meio. O Moleque Travesso é filiado à Federação Paulista de Futebol e já disputou importantes competições esportivas da capital, tendo jogando em estádios como o da Rua Javari e o Estádio do Pacaembu.

A torcida da clube é muito pequena, restrita apenas ao distrito do Jabaquara, mais precisamente no bairro de Vila Guarani, onde foi criado. Porém, segundo relatos de antigos torcedores, antes da crise econômica brasileira as partidas da equipe era muito bem organizadas e com uma torcida que chegava a lotar 15 ônibus, incluindo mulheres e crianças.

Entretanto, de uns tempos para cá, o clube passa por dificuldades para se manter, com uma média de gastos mensais com o time de apenas R$ 1.150,00 (distribuídos entre transportes, alimentação, uniformes) e talvez gastos da mesma ordem com a sede (localizada na Avenida do Café, na Vila Guarani).

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Nos seus mais de 40 anos de história, a principal conquista do Moleque Travesso é o tricampeonato Eatadual de várzea, entre os anos de 1980 e 1982.

Em 1975, apesar de perder a final da fase estadual da Copa Arizona, o que mais impressionou neste jogo foi a surpreendente torcida de 10 mil pessoas para o time que foi ao estádio Conde Rodolfo Crespi do Juventus, marca impressionante para um clube não-profissional. Neste ano, o clube ficou em terceiro lugar na fase nacional da copa.

Em 1990, foi campeão da Copa Siemaco. No ano seguinte, sagrou-se campeção da Copa Rotary.

No ano de 1994 conquistou o vice-campeonato da 1ª Copa Gazeta/Kaiser, perdendo o título nos pênaltis. Também foi vice-campeão neste ano da Copa Paulistano do Jardim Coimbra, perdendo para o Labie por 3 a 2.

Em 1997 o time conquistou o troféu de campeão (invicto) da Copa Portuguesa da Vila Mariana. O bicampeonato da competição veio em 1999 ao derrotar o Itamarati por 2 a 1.

Destaques[editar | editar código-fonte]

Segundo o próprio clube, um de seus maiores orgulhos foi ter lançado para carreira futebolística jogadores que se tornaram conhecidos no futebol profissional, como, por exemplo, César Sampaio, jogador nativo da Vila Guarani que foi campeão e ídolo na década de 90 pelo Palmeiras e vice-campeão mundial com a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1998. Há também o caso de Schumacker, que jogou no Vasco da Gama mas fez sua carreira jogando pela Seleção brasileira pentacampeã mundial de futebol de salão, e o de Marcos Basílio, que chegou a atuar pelo Santos F.C. e pela Portuguesa Santista

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]