Esquerda Unida e Alternativa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esquerda Unida e Alternativa
Esquerra Unida i Alternativa
Líder Joan Josep Nuet
(coordenador)
Fundação 1998
Sede C/ Doctor Aiguader, 10 08003 Barcelona
Publicação EUiA Informa
L'Alternativa
Alas Alternativa Jove - Joves d'EUiA
Afiliação nacional Esquerda Unida
Afiliação europeia Partido da Esquerda Europeia
Esquerda Anticapitalista Europeia[1]
Parlamento da Catalunha
13 / 135
Congresso dos Deputados da Espanha
1 / 350
Site http://www.euia.cat

A Esquerda Unida e Alternativa (em catalão, Esquerra Unida i Alternativa - EUiA) é uma coligação de partidos políticos catalã. Define-se como uma movimento politico e social de orientação socialista e funciona como a versão catalã da Esquerda Unida.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1987 foi criada a aliança Iniciativa pela Catalunha, sob o impulso do Partido Socialista Unificado da Catalunha (equivalente catalão do PCE) e incluindo a Entesa dels Nacionalistes d'Esquerra e o Partido dos Comunistas da Catalunha. Mais tarde a coligação seria alargada a "Os Verdes - Confederação Ecologista da Catalunha", passando a designar-se "Iniciativa pela Catalunha - Os Verdes".

A nível organizativo surgiram diferenças sobre se a aliança deveria fundir-se num único partido ou se as várias organizações deveriam manter a sua autonomia orgânica. Esta discussão estava ligada à discussão ideológica sobre se a IC deveria ir além do comunismo ou se deveria limitar-se ao trabalho programático eleitoral. Também havia discordâncias sobre que politica de alianças seguir face ao Partido Socialista da Catalunha.

Essas tensões levam a um rutura da coligação em 1997, com o abandono do PCC,e depois de um importante sector do PSUC (contrário à sua dissolução na IC, que havia tido 45% dos delegados no congresso desse ano), que dará origem ao PSUC-viu ("vivo", em catalão).

Em 1998, o PCC e o PSUC, junto com a secção catalã do Partido de Ação Socialista (grupo originária da ala esquerda do PSOE) e com o Colectivo por uma Esquerda Alternativa (equivalente catalão da Esquerda Alternativa, grupo criado pela fusão entre uma organização trotskista e uma maoísta) criam a Esquerda Unida e Alternativa, à qual se juntam dois partidos trotskistas, o Partido Operário Revolucionário e o Partido Revolucionário dos Trabalhadores - Esquerda Revolucionária (este último, afecto à Liga Internacional dos Trabalhadores - Quarta Internacional, viria a abandonar a coligação). A partir daí, a EUiC passa a ser a versão local da Esquerda Unida (inicialmente representada na região pela Iniciativa pela Catalunha).

A partir de 2002 a EUiA deixou de competir eleitoralmente com a Iniciativa pela Catalunha, passando a concorrer em listas conjuntas às eleições, sob a designação "Iniciativa pela Catalunha Verdes - Esquerda Unida e Alternativa" (Iniciativa per Catalunya Verds - Esquerra Unida i Alternativa).

Composição[editar | editar código-fonte]

Atualmente a EUiA é composta pelas seguintes organizações[2] :

  • Partido dos Comunistas da Catalunha (Partit dels comunistes de Catalunya)
  • Partido Socialista Unificado da Catalunho - vivo (Partit Socialista Unificat de Catalunya Viu)
  • Partido Operário Revolucionário (Partit obrer Revolucionari)
  • Colectivo por uma Esquerda Alternativa (Col·lectiu per una Esquerra Alternativa)
  • Partido de Ação Socialista da Catalunha (Partit d´Acció Socialista de Catalunya)

Referências

  1. Declaration of European Anti-Capitalist Left meeting (em Inglês). Internation Viewpoint (3 de janeiro de 2006). Página visitada em 25 de novembro de 2012.
  2. Identitat (em Catalão). Esquerra Unida i Alternativa (18 de janeiro de 2008). Página visitada em 25 de novembro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.