Esqueumorfismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esqueumorfismo é um princípio de design em que os objetos derivados (esqueumorfos ou simulacros) retêm ornamentos e estruturas que eram necessárias apenas nos objetos originais. Exemplos incluem cerâmica decorada com rebites remanescentes de vasos similares feitos de metal e uma software de agenda que imita a aparência de uma agenda tradicional feita de papel encadernado. O termo foi utilizado pela primeira vez em 1889.[1]

A palavra é composta do grego "skeuos", (σκεῦος em grego) que significa vaso ou ferramenta, e morphê, (μορφή em grego) que é forma. No campo da tecnologia, é utilizado em interfaces de sistemas operacionais, em que figura-se a empresa Apple Inc. como uma das empresas que utilizou amplamente o recurso na interface dos sistemas móveis.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Economist explains: What is skeuomorphism? Obtido em 22 de setembro de 2013 (em inglês). Página visitada em 22 de setembro de 2013.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.