Estádio Leonardo Vinagre da Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Estádio Leonardo da Silveira. Por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e não se esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central. (desde junho de 2012)
Estádio da Graça
Estádio Leonardo Vinagre da Silveira
Nomes
Nome Estádio Leonardo Vinagre da Silveira
Apelido Graça
Características
Local João Pessoa (PB)
 Brasil
Gramado Grama natural (100 x 64 m)
Capacidade 6.000
Construção
Inauguração
Data 9 de janeiro de 1944
Partida inaugural Paraíba Dolaport 4 – 4 Pernambuco Santa Cruz
Primeiro gol Odilon (Dolaport)
Recordes
Data recorde 14 de abril de 2002
Partida com mais público Paraíba Botafogo 0 – 3 Pernambuco Sport
Outras informações
Remodelado 2008 a 2010[1]
Proprietário Prefeitura de João Pessoa
Mandante Auto Esporte

CSP

Miramar

O Estádio Leonardo Vinagre da Silveira, também conhecido como Estádio da Graça,[2] é um estádio de futebol brasileiro localizado em João Pessoa, capital do estado da Paraíba.

História[editar | editar código-fonte]

O Estádio da Graça foi fundado no dia 9 de janeiro de 1944, no bairro Cruz das Armas, durante uma partida amistosa entre Dolaport e Santa Cruz do Recife, que terminou empatada em quatro gols. O primeiro gol do estádio foi marcado por Odilon, do Dolaport, aos 17 minutos do primeiro tempo.

Na partida do dia 14 de abril de 2002, entre Botafogo e Sport do Recife, válida pela Copa do Nordeste, o Estádio da Graça alcançou seu recorde de público: aproximadamente 7 mil pessoas estiveram presentes.[3]

Em 7 de julho de 2008, teve início à maior reforma que o estádio já fora submetido até então, visando torná-lo adequado às determinações da FIFA e do Estatuto do Torcedor.[1] A área do estádio foi ampliada, passando de 1.419 m² para 2.118 m². A obra foi concluída em 27 de março de 2010 e teve um custo estimado em R$ 3,5 milhões.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Com a reforma, o estádio passou a apresentar três lances de arquibancadas cobertas, que comportam cerca de cinco mil pessoas sentadas, tribuna de honra, dois bares e seis baterias de banheiros. O campo, com 64 metros de largura por 100 de comprimento, recebeu um novo gramado e nova iluminação. Foram ampliados os vestiários para atletas e árbitros. Também conta com um estacionamento para 250 automóveis e sete cabines de imprensa.[1]

Referências

  1. a b c Reforma do Estádio Leonardo Vinagre da Silveira – Estádio da Graça Prefeitura Municipal de João Pessoa.
  2. a b Ricardo visita obras do estádio da Graça que será entregue dia 28 Portal Correio. Visitado em 3 de outubro de 2010.
  3. Estádio da Graça tem reabertura prevista para 28 de março PB1. Visitado em 2 de outubro de 2010.


Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.