Estação Cantagalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cantagalo
Metrô Cantagalo.JPG
Trens na Estação Cantagalo
Uso Atual Estação de metropolitano
Administração Metrô Rio
Linha Linha 1
Sigla CTG
Plataformas Laterais
Posição Subterrâneo
Capacidade 25 mil passageiros hora/pico
Informações da via
Bitola Bitola larga(1,6m) eletrificada
Alimentação 3° trilho(750Vcc)
Informações históricas
Inauguração 18 de dezembro de 2006 (8 anos)
Localização
Cantagalo está localizado em: Centro, Zona Norte e Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro
Cantagalo
Localização da estação Cantagalo
22° 58' 35.36" S 43° 11' 37.66" O
Próxima estação
Sentido Zona Norte Sentido Zona Sul
Siqueira Campos Ipanema/General Osório
Cantagalo

A Estação Cantagalo de metrô é uma das estações deste meio de transporte da cidade do Rio de Janeiro. Localiza-se na Praça Eugênio Jardim, no bairro de Copacabana, tendo ainda uma saída pela Rua Xavier da Silveira. Cantagalo faz parte da Linha 1 do metrô da cidade, sendo a penúltima estação da linha. É a terceira estação do bairro de Copacabana.

A estação foi inaugurada oficialmente pela governadora Rosinha Garotinho no dia 18 de dezembro de 2006, mas só passou a funcionar efetivamente a partir de 27 de fevereiro de 2007, já sob o comando do governador Sérgio Cabral Filho. Em sua primeira semana, a passagem foi gratuita para os passageiros que embarcassem na estação.

A construção já havia começado na década de 1980, com 670 metros escavados sob a rocha. Devido à falta de verbas, somente teve sua construção retomada logo após a inauguração da estação Siqueira Campos. Sua data de inauguração estava prevista para o mês de março de 2006, mas devido - novamente - à falta de verbas, teve seu prazo adiado para o final desse mesmo ano.

Cantagalo está a uma distância 1.200 metros da estação precedente Siqueira Campos, e está localizada dentro do morro dos Cabritos. Após sua inauguração foi estimado o tráfego de 25 mil pessoas por dia. Com a construção uma área de manobra, especula-se que o intervalo de trens na Linha 1 seja reduzido de 4 minutos e 20 segundos para três minutos.

Foi empregada nesta estação uma verba de R$ 478 milhões, uma composição de recursos federais e estaduais.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, na reinauguração da Estação Cantagalo do metrô.

Estação Cantagalo às escuras[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de fevereiro de 2007, ocorreu um problema de falta de energia na estação, impedido-a de funcionar durante duas horas. O problema interno foi resolvido e a estação reaberta ao público logo depois. A linha 1 operou somente de Saens Peña até Siqueira Campos. O trecho entre Siqueira Campos e Cantagalo foi feito com ônibus especiais que fazem a integração - serviço chamado de Metrô na Superfície. A estação Cantagalo havia sido inaugurada oficialmente pelo governador Sérgio Cabral Filho no dia anterior.

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Capacidade Integração Plataformas Posição Notas
CTG Cantagalo 2006 25 mil passageiros hora/pico Laterais Subterrânea
Trem parado, descarregando passageiros, enquanto outros aguardam a próxima composição.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação Cantagalo