Estação Ellsworth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estación Científica Ellsworth
Mapa de localização da Estação Ellsworth
Mapa de localização da Estação Ellsworth
77° 39' S 41° 02' O
Altitude 40 m (131 pés)
População fechada
 - Total 26 (durante o ano todo)

A Estação Ellsworth (em espanhol: Estación Científica Ellsworth) foi uma base antártica estabelecida pelos Estados Unidos durante o Ano Geofísico Internacional de 1957. A base foi logo entregue nas mãos da Argentina e subsequentemente abandonada e coberta de gelo em 1962.

História[editar | editar código-fonte]

Batizada com o nome do explorador americano Lincoln Ellsworth, a base foi localizada na costa ocidental do Mar de Weddell sobre a Plataforma de Gelo Filchner-Ronne. O sítio exato foi planejada originalmnete para o Cabo Adams, mas então o terreno se provou imprestável devido aos penhascos de gelo e uma localização substituta Baía de Gould foi selecionada.[1]

A estação foi construída pelo pessoal da marinha sob o comando do Capitão Finn Ronne,[2] com o apoio dos quebradores de gelo USS Staten Islands e USS Wyandot.[1] Foi comissionada em 11 de fevereiro de 1957 e foi entregue nas mãos da Argentina, para o Instituto Antártico Argentino, em 17 de janeiro de 1959. Com a devolução, o governo dos Estados Unidos deu prédios, instalações e todos os suprimentos de comida existente apesar da Argentina ter se comprometido a providenciar os serviços necessários e administrativos necessários para a operação continuada da base. Foi acordado que os cientistas de ambos os países trabalhariam juntos na base em estudos técnicos e em pesquisa científica.

Durante sua operação um número de experimentos e observações foram executadas envolvendo meteorologia, radiação, mensuração de dióxido de carbono do ar, observações ionosféricas de raios cósmicos e estudos para a Plataforma de Gelo Filchner.

Em 6 de janeiro de 1962, o Capitão Hermes Quijada da Aviação Naval Argentina viajaram de avião desta base até o Pólo Sul. Em 30 de dezembro de 1962 a base fechou; depois de algum tempo foi coberta de gelo e desapareceu.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Dictionary of American Naval Fighting Ships p 610
  2. Griffiths, Tom. Slicing the silence: voyaging to Antarctica. Sydney, Australia: UNSW Press. 2007. p 210

Ligações externas[editar | editar código-fonte]