Estação militar de rádio em Pierre-sur-Haute

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estação militar de rádio em Pierre-sur-Haute
A estação militar de rádio em Pierre-sur-Haute. Na fotografia, duas torres militares, a torre de retransmissão da Teledifusão da França ao centro, os quartéis de estadia e um heliporto.

A estação militar de rádio em Pierre-sur-Haute é um local com área de 30 hectares (0,3 km2) usado para as comunicações militares da França. Encontra-se localizada nas comunas de Sauvain e Job, na área limítrofe entre as regiões de Rhône-Alpes a Auvergne. Uma torre de retransmissão civil também foi instalada no local pela Teledifusora da França.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1913, uma linha de sinalização - chamado "Telégrafo de Chappe" na França - foi ali construída. Naquele tempo, era apenas uma pequena construção de pedra com uma sinalização no topo.[1]

Em 1961, durante a Guerra Fria, a OTAN pediu para que o Exército francês construísse uma das 82 estações de suas redes de transmissão na Europa, o sistema ACE High. Nesta rede, a estação de Pierre-sur-Haute, ou FLYZ, retransmitia as estações de Lachens (FNIZ) para o sul e Mont-Août (FADZ) para o norte.[2] Ela usava quatro transmissores e dezesseis receptores. Em 1974, a Força Aérea Francesa tomou controle da estação. Em 1988, a OTAN começou a retirar de serviço o sistema ACE High.

Papel[editar | editar código-fonte]

A estação de Pierre-sur-Haute é controlada pela Força Aérea Francesa e é subsidiária da Base aérea Mont Verdun em Lyon, a 80 km da estação. É uma das quatro estações de rádio sobre o eixo norte e sul e está em constante comunicação com as três outras: Lacaune, Henrichemont e a base aéreas Rochefort.[3] A estação é principalmente usada para as transmissões relacionadas às unidades de comando operacional. Se as armas nucleares francesas forem utilizadas, a ordem poderá passar por essa retransmissora.[1]

A estação é comandada por um major e cerca de vinte pessoas trabalham no local, entre os quais mecânicos elétricos, mecânicos e cozinheiros. [1]

Artigo na Wikipédia francesa[editar | editar código-fonte]

Recentemente os serviços secretos militares franceses pediram à Wikimedia Foundation a remoção do artigo por se tratar de "um segredo de segurança nacional", recusando-se a dar qualquer explicação. O pedido foi negado pela Wikimedia Foundation. DCRI então convocou um administrador francês para obrigá-lo a eliminar o artigo sob ameaça mandá-lo para a cadeia caso ele se recusasse. O artigo francês mais tarde foi recriado e artigos em Wikipédias em outras línguas foram criados,[4] à semelhança do efeito Streisand.[5] [6]

Referências

  1. a b c d Paul-Émile Liogier (reporter). A base militar de Chalmazel [Documentário]. Télé Loire 7. (em francês) Acessado em 08-04-2013.
  2. Redes de comunicação Troposcatter (em inglês) Amiga Hardware Database (30-06-2012). Visitado em 08-04-2013.Das ACE High System (em alemão) Acehighsystemeurope (17-02-2013). Visitado em 08-04-2013.
  3. História sucinta da "SSIC" (sistema de vigilância, da informação e das comunicações) do sistema aéreo (em francês) Association Nationale Air des Télécommunications et du Contrôle (30-06-2012). Visitado em 08-04-2013.
  4. Inteligência francesa pediu remoção de artigo à wikipedia francesa (em inglês) Slashdot. Visitado em 08-04-2013.
  5. La DCRI accusée d'avoir fait supprimer «sous la menace» un article sur Wikipédia (em francês) Libération (07-04-2013). Visitado em 08-04-2013.
  6. Comment la DCRI s'est brûlée en voulant censurer un article sur Wikipedia (em francês) L'Express (07-04-2013). Visitado em 08-04-2013.