Estandarte de Ur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Estandarte de Ur
Painel de "guerra"
Material concha, calcário, lápis-lazúli, betume
Criado (a) 2600 a.C.
Descoberto (a) Cemitério Real

O Estandarte de Ur (também conhecido como o "Estandarte da Batalha de Ur", ou o "Estandarte Real de Ur") é um artefato sumério escavado do que seria o cemitério real, na antiga cidade de Ur (localizada no atual Iraque ao sul de Bagdá).

História[editar | editar código-fonte]

O artefato foi encontrado em um dos maiores túmulos reais de Ur, o túmulo PG 779, associado com Ur-Pabilsag, um rei que morreu por volta de 2550 a.C. Acredita-se que entre a data de 2600 - 2400 a.C., as escavações Sir Leonard Woolley no Iraque em 1927 - 1928 descobriram o artefato no canto de uma câmara, encontrada perto do ombro de um homem que pode ter guardado-o em um poste. Por este motivo Woolley o interpretou como uma bandeira, dando ao objeto seu nome popular, apesar de investigações posteriores não terem conseguido confirmar tal hipótese.

Ícone de esboço Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.