Estelle Bernadotte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estelle Bernadotte
Condessa de Wisborg
Cônjuge Folke Bernadotte
Karl Erik Sixten Ekstrand
Descendência
Gustaf Eduard Bernadotte de Wisborg
Folke Bernadotte de Wisborg
Fredrik Oscar Bernadotte de Wisborg
Bertil Oscar Bernadotte of Wisborg
Pai Hiram Edward Manville
Mãe Henrietta Estelle Romaine
Nascimento 26 de Setembro de 1904
Pleasantville, Nova Iorque
Morte 28 de maio de 1984 (79 anos)
Uppsala, Suécia

Estelle Romaine Bernadotte, nascida Manville (26 de Setembro de 1904 - 28 de Maio de 1984), também conhecida como Estelle Bernadotte, condessa de Wisbord, e Estelle Ekstrand, foi uma condessa sueca, natural dos Estados Unidos, e líder da Cruz Vermelha Internacional e de movimentos de escuteiras.[1] Casou-se com o conde Folke Bernadote da Suécia, que foi assassinado em Israel em Setembro de 1948, enquanto prestava serviço como mediador das Nações Unidas.[2] Estelle foi a primeira pessoa a casar-se com um membro de uma família real europeia em território americano.[3] Especula-se que a princesa Estelle da Suécia, primeira filha da princesa-herdeira Vitória da Suécia, recebeu o nome em sua honra.[4] [5]

Vida[editar | editar código-fonte]

Estelle nasceu em 1904 em Pleasantville, Nova Iorque. Era a filha mais nova do industrial americano Hiram Edward Manville e da sua esposa Henrietta Estelle Romaine.[6] Em 1828, casou-se com o conde Folke Bernadotte, um diplomata sueco, de quem teve quatro filhos. Dois deles morreram na infância. No casamento, a noiva usou a coroa nupcial de prata e quartzo e o véu nupcial da rainha Sofia em renda. O príncipe Gustavo Adolfo foi o padrinho e o príncipe Sigvard o marechal. Foram convidadas mais de mil e quinhentas pessoas para assistir à cerimónia em Hi-Esmaro, a propriedade dos Manville. Foi a primeira vez que um membro da realeza europeia se casou nos Estados Unidos. Os gatos do com o casamento rondaram o milhão e meio de dólares.[7]

Estelle era um membro activo da Cruz Vermelha Internacional. Como viúva de Folk Bernadotte, que foi assassinado em Jerusalém em 1948, foi presidente da Associação de Guias e Escuteiras da Suécia entre 1949 e 1957. Também apoiava a Unicef e o movimento internacional de conservação. Mais tarde também ajudou a manter um lar para mulheres idosas em Estocolmo e foi líder da Fundação Bernadotte Folke onde apoiou vitimas de paralisia cerebral.[8]

Estelle viveu os seus últimos anos de vida em Saint-Paul-de-Vence, França. Casou-se pela segunda vez no dia 3 de Março de 1973 com Karl Erik Sixten Ekstrand na Igreja de Oscarskyrkan em Estocolmo. Morreu em 1994 em Uppsala de doença prolongada.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Estelle Ekstrand of Sweden; A Leader of the Girl Scouts, New York Times, 5 de Junho de 1984.
  2. Estelle Bernadotte, Svensk Filmdatabas
  3. Erik Lindorm, Gustaf V och hans tid 1928-1938, Stockholm : Wahlström & Widstrand, 1979, p 51
  4. Namnvalet Estelle väcker reaktioner, Dagens Nyheter, 24 de Fevereiro de 2012.
  5. Estelle is Sweden's first royal baby in 30 years
  6. Holcombe Genealogy
  7. Erik Lindorm, Gustaf V och hans tid 1928-1938, Stockholm : Wahlström & Widstrand, 1979, p 51.
  8. Estelle Ekstrand of Sweden; A Leader of the Girl Scouts, New York Times, 5 de Junho de 1984.