Esterilização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esterilização é o ato de esterilizar, tornar estéril, prevenir a multiplicação pela reprodução sexual. A esterilização iniciou para a humanidade como maneira de prevenir a perda do patrimônio com filhos bastardos das mulheres. Como alguns reis podiam ter várias esposas, precisavam de alguém para cuidar da segurança delas. Uma maneira encontrada foi castrar os guardas responsáveis pela guarda, prevenindo que o rei tivesse como seus filhos que na verdade fossem dos guardas e, como a retirada dos testículos causava ausência de hormônios masculinos evitava que houvesse até o desejo sexual por parte dos guardas. Os guardas nesta situação eram chamados de eunucos, e eram facilmente reconhecíveis pelo olhar bonachão, traços feminilizados e pela obesidade acentuada.

A esterilização tomou um novo rumo quando houve interesse por parte dos governos em controlar o rápido crescimento da população sem que houvesse trabalho para todos. Os principais métodos existentes são listados a seguir.

Laqueadura Tubária[editar | editar código-fonte]

Ligadura cirúrgica das tubas uterinas, que fazem o caminho dos ovários até o útero. É um procedimento seguro e pode ser realizado durante uma cesariana (cesárea, tomotocia, parto cesáreo)

Vasectomia[editar | editar código-fonte]

Na vasectomia há ligadura (que quer dizer interrupção, no jargão médico) dos dois ductos deferentes (pequenos ductos que levam os espermatozóides dos epidídimos e testículos até a uretra prostática). Os testículos continuarão funcionando normalmente, apenas os espermatozóides produzidos não conseguirão mais sair pela ejaculação e serão absorvidos. Existe uma confusão comum da vasectomia com a castração devido à falta de informação.

Em outras palavras, é a versão masculina da laqueadura. É uma cirurgia realizada sob anestesia local. Primeiramente é feita a palpação do canal deferente, por onde os espermatozóides passam desde o testículo até a uretra. Por meio de uma pequena incisão na pele do escroto , é feita a ligadura ou corte destes canais e amarradas as pontas. Depois a pele é fechada com um ou dois pontos de fio absorvível.

Histerectomia[editar | editar código-fonte]

Retirada cirúrgica do útero. Não se justifica como método anticonceptivo, a não ser quando sua retirada é necessária por outros motivos, como neoplasias.