Estoque de segurança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O estoque de segurança é caracterizado pelo ato de manter níveis de estoque suficientes para evitar faltas de estoque diante da variabilidade da demanda e a incerteza do ressuprimento (repor item faltante) do produto quando necessário.

Quando se trabalha sem essa segurança, o atraso na entrega de uma mercadoria pelo fornecedor normalmente causa o esgotamento do estoque do período previsto da entrega até a efetiva chegada do produto.

Já no caso das vendas ou consumo da mercadoria estocada ser maior que o previsto enquanto o produto fornecido estiver em trânsito para o local de estocagem, também é possível que esse produto não se encontre disponível quando necessário.

Por estes motivos as empresas mantém o estoque de segurança em seus armazéns, evitando assim problemas de corte no fornecimento.

É como a caixa d'agua de nossas casas, caso não existissem, na menor interrupção do fornecimento a água não estaria mais disponível em nossas torneiras.

Mas assim como o estoque de segurança possui seus benefícios, também traz alguns problemas às empresas, que precisam de locais maiores para armazenagem e disponibilizar capital para o investimento em estoque, o mesmo capital que poderia estar sendo empregado na compra de bens para a empresa.

Cálculo do estoque de segurança[editar | editar código-fonte]

O estoque de segurança pode ser matematicamente calculado. Ele depende da própria demanda (ou da previsão dela), do lead time ou tempo de fornecimento, do desvio padrão destes dois elementos e do nível de serviço desejado.[1]

Na fórmula abaixo, chamaremos de z o valor tabelado que indica quantos desvios padrão ao redor da média temos que tomar para cobrirmos a proporção da área sob a curva normal que queremos (o nível de serviço, por exemplo podemos usar 99,87% para gerar um valor de z = 3,0);

Chamaremos d a demanda média e σd o desvio padrão dessa demanda; e chamaremos de t o lead time médio e de σt o desvio padrão do lead time.[1]

O estoque de segurança, que chamaremos de ES, é calculado da seguinte forma:[1]

ES = z \sqrt{\sigma_d^2 t + \sigma_t^2 d^2}

Para simplificar, se o lead time possuir um desvio padrão muito pequeno, a fórmula pode ser simplificada para:

ES = z \sigma_d \sqrt{t}

Referências

  1. a b c O que é e como calcular o estoque de segurança. Página visitada em 21 de abril de 2011.