Grupo Desportivo Estoril Praia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Estoril-Praia)
Ir para: navegação, pesquisa
Estoril Praia
Logo Estoril-Praia.png
Nome Grupo Desportivo Estoril Praia
Alcunhas Canarinhos
Estorilistas
Equipa da Linha
Fundação 17 de maio de 1939 (75 anos)
Estádio António Coimbra da Mota
Capacidade 8.000 Pessoas
Localização Estoril
Presidente Brasil Tiago Ribeiro
Treinador Portugal José Couceiro
Patrocinador Angola Banco BIC
Material esportivo Dinamarca Hummel
Competição Portugal Primeira Liga
União Europeia Liga Europa
2013-2014 4.º da Liga ZON Sagres
Website http://www.estorilpraia.pt/
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Grupo Desportivo Estoril Praia é um clube de futebol português, com sede na Amoreira, freguesia do Estoril, concelho de Cascais, distrito de Lisboa. Actualmente participa na Liga Zon Sagres.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 17 de Maio de 1939, começou por se chamar Grupo Desportivo Estoril Plage.

Estoril-Praia x Sporting CP (0-0)

Nasceu da Sociedade Estoril-Plage, a qual tinha como principal dinamizador o Sr. Fausto Cardoso de Figueiredo, e era proprietária do caminho de ferro Lisboa-Cascais, dos hotéis Inglaterra, Paris e Palácio, do edifício das termas e do Casino do Estoril. Adaptou como seu emblema e suas cores as maiores riquezas que a região possui, o amarelo do sol e o azul do mar. Esta escolha espelha bem o quanto o clube está ligado a sua região, que nessa época era a melhor estância balnear do país. Seu uniforme, amarelo e azul, fez com que a equipe ganhasse a alcunha de "Canarinhos", uma homenagem à selecção brasileira.Disputou vários campeonatos da 1ª divisão ou Primeira Liga.

O ano da sua fundação (1939) era de perspectivas difíceis, a II Guerra Mundial começaria a 3 de Setembro, mas não faltavam esperanças em certos sectores da vida portuguesa. Rapidamente o novo clube superou a fasquia dos 2.500 sócios. Os fundadores e primeiro dirigentes foram, entre muitos outros, Dr. Joaquim Cardim, José Peña Solleiro, José Ereia, João Rebelo, Armando Vilar, Ernesto Tomás e Joaquim Nunes. Na época de 1944/1945, obteve a sua primeira participação na primeira divisão, conseguindo um resultado histórico de 8-1 ao F.C. Porto em casa. Depois de ter sido relegado nessa mesma época, na época seguinte voltou a subir, obtendo resultados históricos relativamente a goleadas, das quais a maior goleada do campeonato, o 10-0 na época de 1949/1950 ao Lustano Sport Clube, mais conhecido como Lusitano VRSA, a classificações, dois quintos lugares e um quarto lugar e a golos marcados, destacando-se os 96 golos em na época de 1946/1947. O Estoril seria relegado na época de 1952/1953, iniciando assim um período de 23 anos sem participar na 1ª Liga, tendo passado pelos escalões distritais do país. Regressando à 1º divisão em 1975/1976, mantêve-se lá durante 5 épocas (a 75/76 e a 79/80), ocupando as posições do meio da tabela. Relegado em 79/80, regressou em 81/82, mantendo-se na 1ª liga nas épocas de 81/82, 82/83 e 83/84, sendo relegado. Regressou em 1991, tendo-se mantido na 1ª liga durante 3 épocas. Relegado em 1993/1994, caía para a Liga de Honra, de onde viria a cair para a 3ª Divisão, alcunhada de 2ª Divisão B.

Bancada Poente (Sócios) do Estoril-Praia, no Estádio António Coimbra da Mota.

Na época de 2002/2003, o Estoril subia à Liga de Honra como campeão de série, sendo que na seguinte época de 2003/2004, subia à 1ª Liga como campeão da Liga de Honra. O Estoril obteve a maior goleada da época de 2004/2005 na 1ª Liga, mas isso não impediria o seu relegamento. Na época de 2005-2006, a equipa de séniores milita na 2ª liga. Nessa mesma época houve uma crise financeira que quase levou ao encerramento do clube e ao fim da equipa profissional devido a desequilíbrios da anterior Direção. Ultrapassadas as dificuldades, o Estoril obteve na época de 2006/07 um 10ª posto, destacando-se o facto de ter estado do 3ºlugar, na época de 2007/08 um 7ª posto, destacando-se por ter estado no 2º lugar e ter vencido o na altura líder Santa-Clara por 5-1, saltando do 8º lugar para o 3º posto. Na época de 2008/09 um 4º posto, destaque para a luta ombro a ombro para o 4º lugar com o Feirense desde a 24ª jornada, o que acabou com o Estoril Praia em 4º e o Feirense em 5º, o que levou a que a maior parte da equipa do Estoril fosse contratada por outros clubes. O Estoril ter-se-ía extinguido, se não fossem os investidores brasileiros da Traffic, rechear-lhe o balneário com reforços brasileiros, sendo a equipa da Liga Vitalis que mais investiu em jogadores brasileiros nessa época. Colocaram o antigo jogador do clube Hélder Cristóvão no comando, contudo, sem experiência como treinador, foi despedido à 5ª jornada com o Estoril na zona de descida. O Prof. Neca que treinou em 2006/2007 foi o escolhido para ser o sucessor de Hélder Cristóvão e terminou a época num 11º posto, não tendo estado acima do 6º lugar, um facto surpreendente pois desde que fora relegado em 2005, não houvera época, fora esta, sem ter estado nos primeiros 5 lugares. Na época 2009/2010, o clube iria vencer a Liga Intercalar, vencendo por 2-1 a equipa do FC Paços Ferreira[1] . Na época seguinte, o Estoril contrata Vinícius Eutrópio como treinador, sendo que acabou a época em 10ªposto, destacando-se a vitória 2-1 ao Sporting Clube de Portugal no Estádio António Coímbra da Mota e por ter estado na zona de promoção entre as jornadas 4 e 7. Terminaria a época com a conquista da Liga Centenária, frente ao SL Benfica, com uma vitória por 2-0 [2]

No início da época de 2011/2012, à 4º jornada, o treinador saíu, entrando o diretor desportivo Marco Silva para o comando. Na jornada 12, o Estoril já era líder e terminou campeão. Na época seguinte, 2012/2013, a equipa conquistou o 5º lugar na classificação geral da Liga ZON Sagres, garantindo um lugar na Liga Europa da UEFA de 2013–14.

Na época de 2013-14, apesar da saída de alguns jogadores do onze titular, o Estoril terminou a Liga na sua melhor posição de sempre: 4º lugar, conseguindo o 2º apuramento consecutivo para a Liga Europa

Competições Europeias[editar | editar código-fonte]

O Estoril-Praia efectuou o seu primeiro jogo europeu na Liga Europa da UEFA de 2013–14 contra o Hapoel Ramat Gan, clube que fora despromovido na época anterior para a 2ª Divisão Israelita. Com um empate a zeros na 1ª mão, a equipa mostrava-se confiante para o jogo em Israel.

Jogo da Liga Europa Estoril x Sevilla FC.

Acabou por ganhar por 1-0, golo de Evandro (de grande penalidade), o único golo do encontro. Com um Estoril a assumir-se uma equipa europeia, defrontou na 1ª mão do Play-Off de Acesso à Liga Europa da UEFA a equipa austríaca do FC Pasching (clube da terceira divisão da Áustria). O Estoril-Praia ganhou sem grandes dificuldades por 2-0 na 1ª mão em casa, voltando a vencer na Áustria por 2-1 na 2ª mão.

Apurado para a fase de grupos da Liga Europa, o Estoril-Praia ficou no grupo H. Nesse grupo o clube canarinho iria defrontar o FC Slovan Liberec, o SC Freiburg e o já vencedor do troféu Sevilla Fútbol Club. A estreia na fase de grupos seria a 19 de Setembro de 2013, contra o Sevilla, na Amoreira, num jogo equilibrado, mas cujo resultado final pendeu para os espanhois (1-2).[3] O segundo jogo, o primeiro fora de casa, seria na República Checa a 3 de Outubro, contra o Liberec. Seria mais uma amarga derrota para a equipa, que tudo fez para sair vitoriosa. O resultado final foi 2-1. Seguiram-se dois empates, na visita e posterior recepção ao Freiburg. Com obrigação de vencer em Sevilha [4] , em 28 de Novembro, o Estoril não passou de um empate com sabor a derrota [5] [6] . No final do encontro, em declarações à imprensa, o treinador Marco Silva comentava "Sabíamos que era complicado, o Sevilha é uma grande equipa, mas o Estoril mostrou que é uma equipa de qualidade". Na ultima jornada do grupo H, a equipa da linha de Cascais iria receber o Liberec, em 12 de Dezembro, pendendo o resultado para a equipa Checa, novamente com o resultado de 1-2. [7] . Seria o fim da sua caminhada na Liga Europa .

Na época seguinte, fruto do 4º lugar na Primeira Liga apurou-se directamente para a Fase de Grupos, defrontando PSV Eindhoven, Panathinaikos e Dínamo de Moscovo.

Estádio[editar | editar código-fonte]

O Estádio António Coimbra da Mota, é um estádio com muita tradição foi inaugurado no dia 1 de Janeiro de 1939 e capacita 5000 pessoas sentadas. A Suécia escolheu este estádio para estagiar para o Euro 2004, e não se deu mal com os ares da Amoreira, pois atingiu os quartos-de-final da prova, sendo que foi eliminada pela Holanda nas grandes penalidades. Recentemente o Estádio recebeu dois jogos da Selecção Portuguesa de Rugby (Ucrânia e Uruguai) sendo que venceu os 2 jogos.O Estádio recebe anualmente, a final da Taça de Cascais em Futebol e já recebeu vários jogos das Selecções Jovens Portuguesas (Masculinas e Femininas). O Estádio também recebeu jogos do Campeonato Europeu de Surdos, que se disputou em Junho de 2007 em Portugal. A Dinamarca também escolheu este estádio para treinar, aquando da vitória sobre Portugal no Estádio de Alvalade, na qualificação para o Mundial de 2010. Anunciado pela FPF, os últimos três treinos antes da partida de Portugal para o Mundial da África do Sul, foram efectuados no António Coimbra da Mota, o primeiro dos quais, aberto ao público. Em 2014 foi acrescentada uma bancada de 3.000 lugares de forma a poder cumprir com as regras impostas pela UEFA para poder participar nas competições europeias.

Futebol[editar | editar código-fonte]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Escalão Nº Presenças Títulos Melhor Classificação
I 23 0
II 14 2
III 24 5
IV 7 1(Campeão de Série)
V 8 3
VI - - -
VII - - -
Taça de Portugal 59 0 Finalista
Taça da Liga 7 0 -
inclui época 2013/2014; - informação não disponível

Classificações[editar | editar código-fonte]

Época Div. Pos. J V E D GM GS Pts Taça T. Liga Notes
1944–45 1D 7 18 6 4 8 44 34 16 1ª Eliminatória
[A]
1945–46 2D 1ª Eliminatória
[B]
1946–47 1D 5 26 16 1 9 96 55 33 não realizada
[C]
1947–48 1D 4 26 16 4 6 91 49 36 Quartos de Final
[D]
1948–49 1D 5 26 12 5 9 76 54 29 1ª Eliminatória
1949–50 1D 12 26 7 7 12 50 59 21 não realizada
[E]
1950–51 1D 11 26 10 1 15 53 58 21 Quartos de Final
1951–52 1D 9 26 8 5 13 49 61 21 1ª Eliminatória
1952–53 1D 14 26 5 4 17 28 64 14 1ª Eliminatória Despromovido
1975–76 1D 8 30 10 8 12 31 45 28 Quartos de Final
1976–77 1D 11 30 6 13 11 26 36 25 4ª Eliminatória
1977–78 1D 11 30 8 9 13 25 36 25 4ª Eliminatória
1978–79 1D 11 30 8 10 12 24 42 26 5ª Eliminatória
1979–80 1D 14 30 5 11 14 18 37 21 4ª Eliminatória Despromovido
1980–81 2D.S 1 30 17 9 4 48 20 43 4ª Eliminatória Promovido
1981–82 1D 12 30 7 10 13 30 41 24 5ª Eliminatória
1982–83 1D 11 30 9 8 13 26 39 26 6ª Eliminatória
1983–84 1D 14 30 6 9 15 22 51 21 Quartos de Final
1990–91 2H 2 38 17 12 9 48 28 46 4ª Eliminatória Promovido
1991–92 1D 10 34 10 10 14 34 54 30 4ª Eliminatória
1992–93 1D 13 34 9 12 13 29 41 30 4ª Eliminatória
1993–94 1D 18 34 5 8 21 22 57 18 4ª Eliminatória Despromovido
1994–95 2H 5 34 16 9 9 39 20 41 4ª Eliminatória
1995–96 2H 12 34 12 8 14 52 42 44 5ª Eliminatória
1996–97 2H 7 34 13 8 13 34 35 47 Quartos de Final
1997–98 2H 7 34 11 13 10 40 39 46 6ª Eliminatória
1998–99 2H 18 34 6 10 18 23 50 28 3ª Eliminatória Despromovido
1999–00 2DS 4 38 18 3 7 67 40 67 4ª Eliminatória
2000–01 2DS 12 38 14 11 13 45 46 53 6ª Eliminatória
2001–02 2DS 5 38 17 8 13 46 44 59 2ª Eliminatória
2002–03 2DS 1 38 25 8 5 74 29 83 3ª Eliminatória Promovido
2003–04 2H 1 34 20 7 7 63 40 67 Quartos de Final Promovido
2004–05 1D 17 34 8 6 20 38 55 30 5ª Eliminatória Despromovido
2005–06 2H 9 34 11 12 11 44 43 45 5ª Eliminatória
2006–07 2H 10 30 10 7 13 30 35 37 4ª Eliminatória
2007–08 2H 7 30 11 8 11 41 38 41 3ª Eliminatória 2ª Eliminatória
2008–09 2H 4 30 12 8 10 41 37 44 3ª Eliminatória 2ª Eliminatória
2009–10 2H 11 30 7 14 9 26 29 35 2ª Eliminatória 2ª Fase de Grupos
2010–11 2H 10 30 9 11 10 36 31 38 3ª Eliminatória 2ª Fase de Grupos
2011–12 2H 1 30 16 9 5 40 20 57 5ª Eliminatória 2ª Fase de Grupos Promovido
2012–13 1D 5 30 13 6 11 47 37 45 3ª Eliminatória 2ª Fase de Grupos Apuramento Liga Europa
2013–14 1D 4 30 15 9 6 42 26 54 Quartos de Final 2ª Fase de Grupos Apuramento Liga Europa
A. ↑A Também participou no Campeonato de Lisboa de 1944-45.
B. ↑B Não participou na Primeira Divisão de 1945–46 mas na Segunda Divisão de 1945–46 apesar de não ter sido despromovido na época anterior. Também participou no Campeonato de Lisboa de 1945-46.
C. ↑C A Taça de Portugal não se realizou devido à extinção dos campeonatos regionais. Como consequência, um novo formato e calendário foi introduzido na competição.
D. ↑D Melhor classificação na Primeira Liga de sempre.
E. ↑E A Taça de Portugal porque a Taça Latina foi disputada no Estádio Nacional.

Last updated: 18 Julho 2014
Div. = Division; 1D = Primeira Liga; 2H = Liga de Honra; 2DS/2D = II Divisão

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Liga Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 2013/2014
Pior Classificação 17º 2004/2005

2ª Liga / Liga de Honra[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 2003/2004 e 2011/12
Pior Classificação 18º 1998/1999

Taça de Portugal[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação Finalista 1943/1944

Taça da Liga[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação 2ª Fase Grupos 2009/2010 a 2013/14

1ª Divisão da AF Lisboa[editar | editar código-fonte]

Temporada
Melhor Classificação Campeão 1968/69

Estoril nas Competições Europeias[editar | editar código-fonte]

Época Competição Fase Adversário Casa Fora Agregado
2013–14 Liga Europa 3ª Pré-El. Israel Hapoel Ramat Gan 1–0 0–0 1–0
Play-off Áustria FC Pasching 2–0 2–1 4–1
Grupo H Espanha FC Sevilla 1–2 1–1
República Checa S. Liberec 1–2 1–2
Alemanha Friburgo 0–0 1–1
2014–15 Liga Europa Grupo E Países Baixos PSV Eindhoven
Grécia Panathinaikos
Rússia Dínamo de Moscovo

Marca do Equipamento[editar | editar código-fonte]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

  • 1 Presença na final da Taça de Portugal: 1943/44.
  • 2 Campeonatos da Liga de Honra: 2003/04, 2011/12.
  • 5 Campeonatos da 2ª Divisão: 1941/42, 1943/44, 1945/46, 1974/75, 2002/03.
  • 4º Lugar no Campeonato Nacional de Juniores: 2005/06.
  • Campeão de Lisboa de Escolas "B": 2004/05.
  • Campeão de Lisboa, 1ºDivisão em Juvenis (2004/2005).
  • 4º Lugar no Campeonato Nacional de Futebol (1947/ 1948).
  • Campeão de Lisboa em Juniores (2000/2001).
  • Três vezes 5º Lugar no Campeonato Nacional de Futebol (2012/2013, 1948/1949, 1946/1947).
  • Duas vezes Vencedor do Torneio da Amora (2003 e 2004).
  • Vencedor do Torneio Extraordinário de Iniciados de Lisboa (2006, 2007, 2010).
  • 1 Torneio de Palmela (Palmense) em Infantis (2006).
  • Vencedor do II Torneio Marcelo Rebelo de Sousa em Infantis e Juvenis (2007).
  • Vencedor do III Torneio Marcelo Rebelo de Sousa em Iniciados e Finalista em Juvenis (2008).
  • Troféu disciplina no Torneio do S.L.Olivais 2007 (Juvenis)
  • Finalista da Taça FPF (Federação Portuguesa de Futebol)(1976/1977)
  • Vencedor da Série E da III Divisão Nacional (1973/1974)
  • Vencedor da Zona Sul da II Divisão Nacional (1980/1981)
  • Vencedor da Série D do Campeonato Nacional de Juvenis (2007/2008, 2010/2011)
  • Campeão Distrital de Lisboa (1968/1969)
  • Maior Goleada na edição 1949/1950 da 1ª Divisão: 10-0 ao Lusitano VRSA
  • Maior Goleada na edição 2004/2005 da Superliga: 5-0 frente ao Beira-Mar
  • Melhor Defesa da Liga de Honra na 1ª Edição da Prova (1990/1991) e na época 1994/1995.
  • 2º Melhor ataque na época 1947/1948 da 1ª Divisão e o melhor ataque nos jogos em casa com 59 golos em 13 jogos em casa.
  • 3ª Melhor defesa da 1ª Divisão na época de 1944/1945 e melhor defesa nos jogos em casa com apenas 12 golos sofridos em 9 jogos em casa
  • 2º Melhor ataque da 1ª Divisão na época 1948/1949 e 2º Melhor ataque nos jogos em casa e fora, nessa mesma época.
  • 3º Melhor ataque na 1ª Divisão na época de 1946/1947 e 2º Melhor ataque nos jogos em casa com 64 golos em 13 jogos em casa.
  • Vencedor do 10º Trofeú Internacional de Futebol de 7 "Loulé Concelho" em Infantis.
  • Finalista do Torneio " Cidade de Gouveia" 2008
  • Maior Goleada da Liga Vitalis 2007/2008 (5-1 ao Santa Clara)
  • Vencedores da Zona Sul da Liga Intercalar (2010)
  • Vencedores da Liga Intercalar Nacional (2010)
  • Campeão Nacional 2ª Divisão Nacional Juniores (2009/2010).
  • Vencedor da Donosti Cup 2010 (Escolas)
  • Vencedor da 2ª Edição do Torneio Internacional de Vila Franca do Rosário 2011 (Iniciados)
  • Vencedor do 13º Torneio de Páscoa do G.D Benavente (Juvenis)
  • Vencedor da Taça Centenária 2010/2011
  • Vencedor do Trofeú Munícipio de Melgaço 2013;
  • Vice-Campeão da Taça de Honra de Lisboa 2013;
  • Vencedor do Prémio Fair Play da Taça de Honra de Lisboa 2013;

Badminton[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Nacional em 1974

Futsal[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Distrital 3ª Divisão de Lisboa (2005/2006).
  • Taça Disciplina na Taça Municipal de Cascais (2006).
  • Subida à 1ª Divisão Distrital (2006/2007);
  • Vice-Campeão Distrital 2ª Divisão de Lisboa (2006/2007).

Ténis de Mesa[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Nacional de Infantis em 1958.
  • Campeão de Lisboa de Infantis em 1957.

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

  • Campeão de Lisboa em Iniciados (2004/2005).
  • Campeão Nacional de Seniores (1993/1994).
  • 1 Torneio Internacional da Amadora na categoria de Juniores (2010).
  • 2 Torneios Internacionais da Amadora na categoria de Cadetes (1994, 1995).
  • 2 Torneios Internacionais da Amadora na categoria de Iniciados (2002,2004).
  • 1 Torneio da Junta de Freguesia de Moscavide em Iniciados (2004).
  • Campeão Nacional (Zona SUL) de Iniciados (2004/2005).
  • 1 Xira Basket (Iniciados em 2005).
  • 1 Xira Basket (Cadetes em 2011).
  • 3º Lugar no Campeonato Nacional Absoluto de Iniciados (2004/2005).
  • Vice-Campeão de Lisboa em Iniciados (2003/2004).
  • 4º Lugar no Campeonato de Lisboa em Cadetes (2004/2005).
  • 6º Lugar no campeonato de Lisboa em Cadetes (2010/2011).
  • Vice-Campeão Nacional Zona Sul em Juniores "B" (2004/2005).
  • 3º Lugar Campeonato de Lisboa de Juniores Femininos (2003/2004) e(2004/2005).
  • Vencedor da Série C da Taça Distrital de Lisboa de Iniciados Masculinos 07-08 (2007).
  • Vencedor do Torneio Lumiar Radical em Minis-B (2007).
  • Vencedor do Torneio Vale do Tejo (2009)
  • Participação no Torneio do Centenário do FC Barreirense com as equipas de minis (2011)

Voleibol[editar | editar código-fonte]

  • Vice-Campeão Nacional 2ª Divisão (1940)

Hóquei em Patins (Veteranos)[editar | editar código-fonte]

  • Vencedor do Torneio Algés Veteranos e da Respectiva Taça Disciplina (2007)

Futebol de Praia[editar | editar código-fonte]

Logo estoril atletico.jpg

Claque[editar | editar código-fonte]

Gruppo é o nome da claque oficial do Estoril Praia

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Instituição de Utilidade Pública;
  • Medalha de Mérito Desportivo;
  • Medalha de Mérito Municipal de Cascais;
  • Distinguido pela UEFA como clube da semana em Maio de 2004;
  • Distinguido pelo Instituto de Desporto de Portugal para melhor clube do Distrito de Lisboa na área da Formação do Basquetebol (2005).

A filial do G.D.E.P.[editar | editar código-fonte]

O Grupo Desportivo Arouce-Praia é outra das colectividades da freguesia.O G.D. Arouce Praia, localiza-se no Distrito de Coimbra, Concelho da Lousã.

O clube foi fundado em 1946, é uma filial do Grupo Desportivo Estoril Praia e utiliza as mesmas cores no equipamento: azul e amarelo. A recentemente criada equipa feminina de futebol de cinco, conseguiu um honroso terceiro lugar no Campeonato Distrital de Coimbra.

Site Oficial: http://www.aroucepraia.web.pt/

Atual Elenco[editar | editar código-fonte]

Actualizado a 12 de julho de 2012

Posição Jogador
1 Brasil G Vagner
2 Portugal D Yohan Tavares
4 Portugal D Bruno Miguel
5 Brasil D Anderson Luís
6 Portugal D Tiago Gomes
7 Brasil M Elizeu
8 Brasil M João Paulo
9 São Tomé e Príncipe A Luís Leal
10 Guiné-Bissau A Gerso
11 Brasil A Pedro Henrique
12 Portugal D Mano
13 Portugal M Gonçalo Santos
14 Portugal D João Pedro
Posição Jogador
87 Portugal G Ricardo Ribeiro
12 Portugal D Mano
20 Portugal M Hugo Leal
22 Brasil G Renan
55 Cabo Verde D Babanco
27 Portugal D Bruno Miguel
30 Brasil M Carlos Eduardo
31 Portugal A Diogo Tavares
45 Brasil A Dieguinho
10 Guiné-Bissau A Gerso
- Brasil M Diogo Amado
- Polónia G Paweł Kieszek

Jogadores[editar | editar código-fonte]

   
  • Portugal José Bento (Badminton - Recordista de títulos nacionais masculinos)
  • Portugal Isabel Rocha (Badminton - Recordista de títulos nacionais femininos)

Existem também um lote de personalidades, que foram praticantes desportivos no GDEP mas que se evidenciaram noutras áreas, como por exemplo:

  • Pedro Pinto: foi atleta de Basquetebol no GDEP, sendo que hoje é um dos mais conceituados jornalistas desportivos a nível mundial, sendo o director da CNN para a área do Desporto Europeu;
  • Lino Barruncho: jogou futebol 10 anos no GDEP (dos 7 ao 17) e destacou-se no Duatlo e no Triatlo, sendo que em 1996 foi Campeão Mundial de Duatlo;
  • Correia dos Santos: praticante de Futebol no GDEP na década de 1940, foi um dos melhores jogadores Mundiais de todos os tempos de Hóquei em Patins e representou Portugal por 158 Vezes.

Técnicos de Maior Relevo[editar | editar código-fonte]

Grandes Jogadores que foram técnicos no Clube embora sem muito relevo:

  • Portugal Pietra
  • Portugal Rui Águas
  • Portugal Carlos Xavier (Adjunto)
  • Portugal Jorge Amaral (Adjunto)


Patrocínio[editar | editar código-fonte]

  • Casino Estoril
  • diusframi
  • Porta Da Frente
  • OPWAY
  • HALCON (Futebol Jovem)
  • Enseada (Futebol de Praia);
  • Antemar (Futebol de Praia);

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

A seguir ao futebol, o basquetebol é a modalidades com mais relevo no clube. Na época 2009/2010 o clube tem uma equipa de seniores masculinos a competir no campeonato nacional de 2ª divisão (CNB2). A modalidade está a completar 30 anos de actividade consecutiva no clube, sendo uma das secções de basquetebol mais antigas em Portugal.

Para além dos seniores, o clube tem todos os escalões de formação para rapazes e raparigas a partir dos 6 anos de idade.

Equipas em actividade[editar | editar código-fonte]

  • Mini basket (sub-8, sub-10 e sub-12)
  • Iniciados (sub-14)
  • Cadetes (sub-16)
  • Juniores B Feminino (sub-18)
  • Juniores B (sub-18)
  • Juniores A (sub-20)
  • Seniores

Pavilhões[editar | editar código-fonte]

As equipas do Estoril Praia treinam e competem nos Pavilhões da Escola Salesiana do Estoril

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons