Estrangulamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Estrangulamento é o ato que consiste em pressionar o pescoço interrompendo o fluxo de oxigênio para o cérebro, podendo levar a pessoa que sofre a ação à inconsciência ou mesmo à morte. Em medicina forense chama-se de estrangulamento aquele causado por laços de diversos tipos de materiais que proporcionam lesões distintas.

No estrangulamento, poderá ser verificado na vítima a existência de um sulco horizontal, de profundidade uniforme, que não se interrompe e se localiza no meio do pescoço

Existe também o estrangulamento antebraquial que ocorre através da constrição do pescoço pela ação do braço e do antebraço sobre a laringe, o que é popularmente chamado como gravata.

Caso sejam usadas as mão para provocar a constrição no pescoço da vítima, a medicina forense chama este ato de esganadura.

Ver também[editar | editar código-fonte]