Eucaita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eucaita (em grego: Ευχάιτα) era uma cidade (polisma) no Ponto, no norte da Ásia Menor. Atualmente, a vila de Beyözü, na província de Çorum, está parcialmente sob as ruínas.

Eucaita foi o local onde São Teodoro de Amasea matou o dragão e para onde seus restos foram levados após o seu martírio, o que tornou a cidade o centro do seu culto. A igreja original foi destruída durante a ocupação sassânida e reconstruída quando os bizantinos retomaram a cidade em 622 d.C. Na década de 970, João I Tzimisces construiu uma nova igreja dedicada ao santo ali e rebatizou a cidade como Teodorópolis.

A cidade se tornou um dos destinos favoritos para o banimento de adversários políticos e religiosos durante o Império Bizantino. A capital do Thema Armênio até o final do século VIII, a cidade sofreu com invasões árabes e terremotos.

No final do século XI ela finalmente caiu frente aos turcos Seljúcidas.

No início do século XXI, a cidade se tornou o foco de um projeto arqueológico interdisciplinar1 , sob a direção da Universidade de Princeton. Outras instituições contribuindo incluem diversas instituições norte-americanas, a Universidade de Ancara e outras instituições turcas.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Raymond Janin: La géographie ecclésiastique de l'Empire Byzantin 1.3: Le siège de Constantinople et le patriarcat oecuménique: les églises et les monastères , Paris 1969 ², P. 148-155. * Franc Trombley: The Decline OF the 7th century town: the exception OF Euchaita , in: Byzantine Studies in Honor of Milton Vth Anastos, OD. Spyros Vryonis, Jr., Malibu 1985, P. 65-90. (em francês)
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.