Eudes I de Blois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eudes I de Blois
conde de Blois, conde de Tours, Châteaudun, Chartres, Beauvaise Dreux. Foi igualmente Senhor feudal de Chinon e Saumur
Escudo do Brasão de Armas original do Condado de Blois "armas antigas".
Nome completo
Eudes I de Blois
Pai Teobaldo I de Blois
Mãe Luitegarda de Vermandois
Nascimento 950
Morte 12 de março de 995 (45 anos)
Brasão de Armas posterior do Condado de Blois.

Eudes I de Blois (c. 950 - 12 de março de 995) sucedeu a seu pai como conde de Blois, conde de Tours, Châteaudun, Chartres, Beauvaise Dreux. Foi igualmente Senhor feudal de Chinon e Saumur. Foi um dos mais poderosos senhores feudais da época de Hugo Capeto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após o conflito entre o seu pai e o arcebispo de Reims relacionado com a posse do Castelo de Coucy, Eudes viria a receber em 965 castelo, como feudo do arcebispo. No ano de 970, estala o conflito com o ducado da Bretanha, em que Eudes influencia o Conde de Rennes, Conan I da Bretanha, tendo sido uma importante influência estabilizadora da sua família na área.

Recebeu do rei carolíngio Lotário I de França, o título conde palatino que permanecerá em sua família durante gerações. No ano de 988, ele ajudou Carlos da Baixa Lotaríngia na sua decisão relativa a Laon, que pertencia a seu pai Teobaldo I de Blois.

Em princípios de 991, ele abandonou o parte da Lorena em troca da cidade de Dreux, e em meados do mesmo ano, tenta apoderar-se de Melun propriedade de Bouchard I de Vendôme, o que gera um conflito, pois Bouchard, era um dos homens mais de lais de Hugo Capeto, o que o levou a ter o seu apoio numa aliança composta de Hugo Capeto, Ricardo I de Normandia[1] e conde de Anjou, Fulco III de Anjou[2] [3] (965/970- Metz, 21 de junho de 1040).

Eudes viria, mais tarde a receber de Hugo Capeto o título de Abade leigo da Basílica de São Martinho de Tours, tornando esta abadia na necrópole dinastica dos condes de Blois.

Para 995, foi para a guerra contra o Conde de Anjou, Fulco III de Anjou, no entanto já em conflito fronteiriço em Chartres com Conan I da Bretanha.

Morreu na quinta-feira de 12 de março 995. Sua viúva, Berta da Borgonha, volta a casar-se, desta feita com o rei da França, Roberto II de França[4] , filho de Hugo Capeto, cuja morte em 24 de Outubro 996 permitiu o desfazer deste casamento acertado por Hugo como forma de adquirir território e a que Roberto sempre se tinha oposto.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Teobaldo I de Blois "o Malandro" (c. 910 - 16 de janeiro 975 ou 977) e de Luitegarda de Vermandois (c. 925 - 14 de novembro de 977), filha de Herberto II de Vermandois e de Luitegarda de França (c. 885 - 931).

Entre 978 e 980 foi tratado o seu casamento com Berta da Borgonha (c. 965 - depois de 1010), filha de Conrado I da Borgonha[5] [6] e de Matilde de França, de quem teve:

  1. Odo II de Blois (983 - 15 de novembro de 1037), casado por duas vezes, uma com Ermengarda de Auvergne (990 - 1040), filha de Guilherme IV de Auvergne e a outra com Maud da Normandia (974 - 1015), filha de Ricardo I da Normandia,
  2. Inês de Blois casada com Godofredo II de Thouars[7] [8] [9] (990 - 1055), filho de Savary III de Thouars[10] (960 - 1004),
  3. Eluísa de Blois (? - 1022) casada com Renaud de Broyes, senhor de Brayes,
  4. Teobaldo II de Blois (? - 11 de julho de 1004),
  5. Robert (? - entre 980 e 996),

Referências

  1. Royal.gov.uk]
  2. Toda a sua genealogia no sítio Medieval Lands
  3. BnF Gallica : Padre Anselmo - Histoire généalogique et chronologique de la maison royale de France des Pairs, Grands officiers de la couronne et de la Maison du roi; et des grands barons. Tome sixième - Paris - 1730
  4. Genealogia de Roberto II no site FMG (em francês)
  5. Genealogics.org (em inglês)
  6. Foundation for Medieval Genealogy
  7. [Weis, Frederick Lewis, Ancestral Roots of Certain American Colonists Who Came to America before 1700 (7th ed., Baltimore: Genealogical Publishing Co., 1992.), pp. 183-1, Los Angeles Public Library, Gen 974 W426 1992.]
  8. [Boyer, Carl, Ancestral Lines: 206 Families (Santa Clarita, California: Boyer, 1998. [3rd Edition]), p. 718, Los Angeles Public Library, 929.2 B791-2 1998.]
  9. [Schwennicke, Detlev, Europäische Stammtafeln: Stammtafeln zur Geschichte der Europäischen Staaten (Marburg: Verlag von J. A. Stargardt, 1978-), III-810, Family History Library, 940 D5es.]
  10. Savary III de Thouars