Eugênio de Castro (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Município de Eugênio de Castro
"Terra da Hospitalidade"
Bandeira desconhecida
Brasão de Eugênio de Castro
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 29 de abril
Fundação 29 de abril de 1988 (26 anos)
Gentílico eugênio-castrense
Prefeito(a) Daltro Steglich
(2013–2016)
Localização
Localização de Eugênio de Castro
Localização de Eugênio de Castro no Rio Grande do Sul
Eugênio de Castro está localizado em: Brasil
Eugênio de Castro
Localização de Eugênio de Castro no Brasil
28° 31' 30" S 54° 08' 56" O28° 31' 30" S 54° 08' 56" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Santo Ângelo IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Entre-Ijuís, Coronel Barros, Augusto Pestana, Jóia e São Miguel das Missões
Distância até a capital 438 km
Características geográficas
Área 419,376 km² [2]
População 2 797 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 6,67 hab./km²
Altitude 257 m
Clima subtropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,765 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 80 438,348 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 25 889,39 IBGE/2008[5]
Página oficial

Eugênio de Castro é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras famílias a residirem no município chegaram em 1920. Vieram os Marcondes, os Teixeira, os Rodrigues, Ribeiro, Cardoso, Ramos e Caré. Em 1927 registra-se a chegada de Eugênio de Castro e sua família, posteriormente ele viria a emprestar o nome ao povoado.

Em 1930 abria as portas a primeira escola da comunidade e em 1934 inaugurava-se a primeira casa comercial.

O município foi criado através da lei estadual de número 8582/88, desmembrando-se de Santo Ângelo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Pertence à Mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e à Microrregião Santo Ângelo.

Limita-se com os municípios de Entre-Ijuís, Jóia, Augusto Pestana, Coronel Barros e São Miguel das Missões.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Eugênio de Castro baseia-se na agricultura e na pecuária. O municipío é constituído por pequenas e médias propriedades rurais onde são produzidos soja, trigo e milho, e criam-se suínos, bovinos e produz-se leite.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.