Eugene Sledge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eugene Sledge
Eugene sledge.jpg
Eugene Sledge com seu uniforme do Corpo de Fuzileiros (1946)
Conhecido(a) por "Sledgehammer"
Nascimento 4 de outubro de 1923
Mobile
Morte 3 de março de 2001 (77 anos)
Montevallo
País  Estados Unidos
Força USMC logo.svg Corpo de Fuzileiros Navais
Anos em serviço 1942 - 1946
Hierarquia USMC-E4.svg Cabo
Unidade 3° Batalhão, 5ª de Fuzileiros
Batalhas/Guerras Segunda Guerra Mundial
Outros Serviços Professor de biologia, Autor

Eugene Bondurant Sledge (4 de novembro de 19233 de março de 2001) foi um fuzileiro naval, professor de universidade e um escritor norte-americano. Em 1981, Eugene escreveu suas memórias intituladas With the Old Breed: At Peleliu and Okinawa que contam suas experiências em combate durante a Segunda Guerra Mundial. Na mini-série da HBO, The Pacific, Sledge foi interpretato pelo ator Joseph Mazzello.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Eugene Sledge nasceu em novembro de 1923 em Mobile, Alabama, em uma família de boa situação financeira. No começo da segunda grande guerra, mesmo com as objeções da família, ele decidiu se alistar nas forças armadas para combater. Ele se matriculou Instituto Militar de Marion mas depois preferiu se alistar nos fuzileiros. Ele foi apontado para a escola de oficiais mas ele e vários colegas decidiram falhar de propósito para reprovar e então se alistarem como recrutas a fim de "não perder a guerra". Depois do treinamento Eugene foi enviado para a Companha K (king) do 3º Batalhão do 5º Regimento da 1ª Divisão de Fuzileiros. Ele tinha a patente de soldado de primeira classe e foi logo despachado para o Teatro de operações do Pacífico onde os Estados Unidos travavam uma guerra sangrenta contra o Império do Japão. Slegde viu ação como membro de uma equipe operadora de morteiros M2 de 60 mm, combatendo nas batalhas de Peleliu e Okinawa.[2] Como a natureza do conflito exigia flexibilização de todos os combatentes, Eugene acabou servindo também como carregador de macas e ocasionalmente ia para a linha de frente lutar com a infantaria.[3]

Durante o serviço, Sledge mantinha anotações do que acontecia em uma pequena bíblia que carregava. Após o conflito, ele usou estas anotações para escrever seu livro With the Old Breed. Após a rendição do Japão e o fim da guerra, Sledge não foi dispensado no dia seguinte. Sua companhia ficou para atrás para servir como força de ocupação e teve uma breve passagem por um posto na China.[4] Um ano depois, no começo de 1946, ele retornou para os Estados Unidos e foi oficialmente dispensado do serviço ativo com o posto final de cabo.[5]

Assim como vários outros veteranos, Sledge teve dificuldades para se readaptar a vida civil. Em suas memórias, ele afirmou que era estranho ver as pessoas na rua se preocupando com coisas pequenas sem perceber o quanto eram abençoados por não terem visto os horrores da guerra como ele viu. Alguns meses depois de retornar para casa, ele se matriculou na Universidade de Auburn e se formou em Ciências em 1949. Ele também sofreu de traumas após o conflito, sendo constantemente abalado com pesadelos e atormentado pelas lembranças de que havia vivido nas linhas de frente. Eugene, outrora um ávido caçador, acabou decidindo desistir do hobby. Seu pai, uma dia, o encontrou chorando no chão após ele ter acertado uma pomba e afirmou que "não queria mais ver sofrimento". Mais tarde ele conseguiu se concentrar e avançou profissionalmente, se aprofundando na biologia. Contudo, segundo sua esposa, as lembranças da guerra o seguiram para a vida toda.[3]

Entre 1956 e 1960 ele estudou e trabalhou na Universidade da Flórida. Eugene publicou vários trabalhos no meio científico, a maioria focado em helmintologia. Em 1960 ele conseguiu seu grau de doutorado.[6] Entre 1959 e 1962 ele trabalhou no Departamento de agricultura do estado da Flórida. No verão de 1962 ele começou a trabalhar como professor na Universidade de Montevallo e por lá ficou até sua aposentadoria em 1990. Ele deu aula em cursos de zoologia, ornitologia, anatomia comparada e outros, se tornando muito popular entre seus alunos devido a sua dedicação. Em 2001 ele veio a falecer devido a um câncer de estômago. Eugene foi casado com sua esposa Jeanne por mais de 50 anos e teve dois filhos com ela.[7]

Referências

  1. With the Old Breed - at Peleliu and Okinawa review by Bryan Hiatt for World War II Database. Visitado em 18 de março de 2010.
  2. Alexander, Joseph H (1996), [The Final Campaign: Marines in the victory on Okinawa The Final Campaign: Marines in the victory on Okinawa], Marines in World War II Commemorative Series: HyperWar Foundation, pp. 11, 48, The Final Campaign: Marines in the victory on Okinawa, visitado em 26 de março de 2010 
  3. a b Sledge, Eugene. With the Old Breed. [S.l.]: Presidio, 1981. 116–117 pp. OCLC 12197607.
  4. Sledge, Eugene. China Marine. [S.l.]: University of Alabama Press, May 2002. 1, 17, 19, 20, 23, 27, 32, 35, 42, 44, 49, 51, 72 pp. ISBN 0-8173-1161-0.
  5. USMC discharge certificate
  6. Eugene B. Sledge receiving his Ph.D. at the University of Florida Auburn University Digital Library. Visitado em 13 de abril de 2010.
  7. "Biography: Eugene B. Sledge". Página acessada em 11 de dezembro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.