Eusocialidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eussocialidade é o mais alto grau de organização social dos animais presente nas sociedades mais complexas. Como exemplo, podem ser citados as formigas, abelhas, vespas, cupins e o rato-toupeira-pelado (Heterocephalus glaber), um roedor africano[1] .

A eussocialidade requer três características: uma sobreposição de gerações em um mesmo ninho, o cuidado cooperativo com a prole, e uma divisão de tarefas (reprodutores e operárias).[1] [2]

Castas[editar | editar código-fonte]

Operário[editar | editar código-fonte]

O termo operário é a designação comum às castas de insetos sociais da ordem dos himenópteros e dos isópteros, formadas por fêmeas estéreis, que são responsáveis pela maioria das atividades da colônia. Tal casta é a mais numerosa integrante dessas colônias.

Referências

  1. a b Wilson, Edward O.. The Insect Societies. Cambridge. Massachusetts: Belknap Press of Harvard University Press, 1971.
  2. Wilson, Edward O.; Bert Hölldobler. (20). "Eusociality: Origin and Consequences". PNAS 102 (38): 13367–13371.