Evangelho de Matias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Evangelho de Matias é um texto perdido dentre os Apócrifos do Novo Testamento, atribuído à Matias, o apóstolo escolhido para suceder Judas Iscariotes (Atos 1:15-26). O conteúdo pode ser inferido através de diversas descrições dele em trabalhos antigos dos pais da Igreja. Há pouquíssima evidência para concluir se Tradições de Matias é o mesmo tratado, como afirma J;B. Matthews em The Anchor Bible Dictionary (IV:644)1 .

Referências históricas[editar | editar código-fonte]

Embora o trabalho esteja perdido, Clemente de Alexandria reporta uma frase exortando o ascetismo que os Nicolaítas reputam a Matias:

Precisamos lutar contra nossa carne, não dar valor a ela, e conceder-lhe nada que a elogie, ao invés disso aumentar o crescimento da nossa alma pela fé e conhecimento
 

O Evangelho de Matias também foi mencionado por Orígenes3 ; por Eusébio de Cesareia4 , que o atribui a heréticos; por Jerônimo,5 e no Decretum Gelasianum6 que o declara como apócrifo. Por fim, ele aparece no fim de uma lista de Canones bíblicos no Códice Baroccianus 206, originalmente na coleção de Francesco Barozzi ("Barocius") de Veneza.

Este evangelho perdido é provavelmente o documento de onde Clemente de Alexandria citou diversas passagens, creditando-as às Tradições de Matias, Paradoseis ("Paradoxos"), testemunhos da qual ele alega terem sido invocados pelos considerados heréticos Valentim, Marcião de Sinope e Basilides7 . De acordo com Philosophumena8 , Basilides citou diversos escritos apócrifos atribuídos à Matias.9 .

Um personagem chamado Matias é um dos interlocutores do livro Livro de Tomé o Adversário, encontrado na Biblioteca de Nag Hammadi.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Uma cópia do Evangelho de Matias foi utilizado na séria do canal HBO Carnivàle, onde ele descreve as principais criaturas mitológicas da série.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Traditions of Matthias em EarlyChristianWritings.com, em inglês (acessado em Ago/2010)
  2. Clemente de Alexandria. Stromata (em latim). [S.l.: s.n.]. vol. III.4.
  3. Homilia sobre Lucas I.
  4. Eusébio de Cesareia. História Eclesiástica. [S.l.: s.n.]., em inglês
  5. Prefácio a Mateus
  6. VI, 8.
  7. Clemente de Alexandria. Stromata (em inglês). [S.l.: s.n.]. vol. VII.17.
  8. VII.8
  9. Wikisource-logo.svg "St. Matthias" na edição de 1913 da Catholic Encyclopedia (em inglês)., uma publicação agora em domínio público.