Evangelho dos Setenta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os Setenta.
Miniatura num manuscrito grego.

O Evangelho dos Setenta é um dos apócrifos do Novo Testamento hoje perdido e citado brevemente pelo gênio árabe Al-Biruni em sua Kitab al-Athat al-Baqiya. Ele parece ter sido utilizado pelos maniqueístas e pode ser o mesmo que o Evangelho de Mani.

O título provavelmente se refere aos Setenta Discípulos citados em Lucas: «Depois disto o Senhor designou outros setenta, e enviou-os de dois em dois adiante de si a todas as cidades e lugares, aonde ele estava para ir.» (Lucas 10:1)

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Edgar Hennecke, Wilhelm Schneemelcher, R. McL. Wilson, New Testament Apocrypha (Londinii: Lutterworth Press, 1963) vol. 1 pp. 269-271. (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro relacionado ao Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.