Everything Will Be Alright in the End

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Everything Will Be Alright in the End
Álbum de estúdio de Weezer
Lançamento 7 de Outubro de 2014 (2014-10-07)
Gravação Janeiro - Julho de 2014 no The Village
Los Angeles, EUA Estados Unidos
Género(s) Rock Alternativo, Power Pop
Duração 42:24
Gravadora(s) Republic Estados Unidos
Produção Ric Ocasek
Cronologia de Weezer
Último
Último
Death to False Metal
(2010)
Próximo
Próximo
Singles de Everything Will Be Alright in the End
  1. "Back to the Shack"
    Lançamento: 22 de Julho de 2014 (2014-07-22)[1]
  2. "Cleopatra"
    Lançamento: 8 de Setembro de 2014 (2014-09-08)

Everything Will Be Alright in the End (em português: Tudo Estará Bem no Final) é o nono álbum de estúdio da banda americana de rock alternativo Weezer, lançado a 7 de Outubro de 2014 pela gravadora Republic Records.[2] [3] O primeiro single do álbum, intitulado "Back to the Shack", foi lançado a 22 de Julho de 2014,[1] com a música "Cleopatra" a ser lançada a 8 de Setembro.[4] O álbum estreou-se na quinta posição da tabela Billboard 200, tornando-se no sétimo álbum da banda a atingir o top ten americano.[5]

Base e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O oitavo álbum de estúdio dos Weezer, Hurley, e o álbum de compilação seguinte Death to False Metal foram lançados no final de 2010, ambos a receber desde críticas positivas a avaliações mistas, e tiveram um nível de vendas pobre quando comparado com os lançamentos anteriores.[6] [7] [8] Inicialmente, a banda anunciou que tinha começado a trabalhar no seu novo álbum, cuja intenção era de o lançar em 2011,[9] apesar de tal não ter acontecido. O vocalista dos Weezer Rivers Cuomo afirmou na altura - "Estas músicas soam totalmente diferente do Hurley. O Hurley era mais obscuro, e as novas músicas soavam como se tivesses 16 anos, a andar na tua bicicleta para ir comprar um Slurpee (granizado)".[10] Durante este período, a banda decidiu fazer uma pausa para dar mais tempo a Cuomo para compor o álbum.[11] Muitas das músicas foram compostas por Cuomo ao piano antes de serem transcritas para guitarra e, mais tarde, apresentadas à banda.[11] Mais de 200 músicas foram consideradas para o álbum, com 20 a serem gravadas e "uma dúzia ou mais" a serem escolhidas para a versão final.[12]

Cuomo anunciou os planos para começar a gravar o seu novo álbum a partir de Janeiro e em continuação até ao Verão.[13] Ric Ocasek foi anunciado como produtor do álbum, ele que já tinha produzido anteriormente o primeiro e terceiro álbuns auto-intitulados, também conhecidos como The Blue Album (1994) e The Green Album (2001).[13] Um anúncio final foi feito a 19 de Março de 2014, através de um vídeo com duas músicas novas a ser publicado na conta oficial da banda no YouTube, que terminava com as palavras "in the studio now" (em português: "no estúdio agora").[14] A 13 de Junho, a banda anunciou que o título do álbum seria Everything Will Be Alright in the End.[15]

Gravação[editar | editar código-fonte]

A banda escolheu Ric Ocasek como produtor, baseando-se na sensação de que este era capaz de devolver "o som, a vibração e a energia pela qual [a banda] ficou conhecida", enquanto também lhes permitia "explorar e tentar novas coisas".[3] A banda gravou a maioria do álbum nos estúdios The Village, situados em Los Angeles, Califórnia.[3] O baixista Scott Shriner descreveu o estilo de produção de Ocasek como "muito sério", comentando que a certo ponto a banda considerou acrescentar uma secção de assobios numa das músicas, o qual Ocasek recusou. Contudo, a ideia avançou e está presente na música "Da Vinci".[3]

Músicas e letras[editar | editar código-fonte]

De acordo com a fonte de imprensa oficial, o álbum é "organizado tematicamente em torno de três grupos de músicas".[16] Cuomo descreveu o álbum através da distinção em três temas principais - a sua relação com os outros, a sua relação com as mulheres e a sua relação com o seu pai, "com uma nova perspectiva".[12] O baterista Patrick Wilson descreveu o som do álbum como "bombástico, solto, algo explosivo. Este álbum soará a uma combinação da estrutura apertada do Blue Album com um pouco mais de 'abandono' do Pinkerton".[3] A banda também referiu especificamente que o álbum apresentaria uma menor "produção de pop moderno" que os dois álbuns anteriores, Raditude e Hurley.[17] A primeira música do álbum apresentada, "Back to the Shack", lida com a vontade da banda em regressar "às raízes de 1994",[18] com a revista Rolling Stone a descrevê-la como "uma faixa nerd, auto-referencial [...] e de guitarra pesada".[19] Outra música, "Eulogy for a Rock Band", lida com a relação da banda com "as grandes bandas de rock que vieram antes [deles] à medida que se reformavam [...] Sendo esse o ponto em que estamos agora".[12] A Entertainment Weekly reportou que o álbum termina com um "grupo ambicioso de três partes", o qual inclui a música "My Mystery", mais tarde alterada para "Anonymous".[12] O grupo foi mais tarde revelado com o título "The Futurescope Trilogy".[20] Este é o terceiro álbum dos Weezer depois de Raditude e Hurley a fazer uso extensivo de co-compositores.

Promoção[editar | editar código-fonte]

Desde 19 de Março de 2014, a banda começou a lançar uma série de vídeos semanal, com onze partes a serem incluídas até agora. Muitos dos vídeos apresentavam a banda a trabalhar no estúdio e revelavam vários títulos de músicas para o então álbum de nome desconhecido, incluindo "Ain't Got Nobody" e "The Waste Land".[15] A nona parte da série acabou por revelar o título do álbum,[15] enquanto o décimo primeiro revelou a capa. A data de lançamento oficial foi anunciada ao longo da websérie e na Entertainment Weekly, para além de uma visão de bastidores das sessões de gravação.[3] [12]

Em Fevereiro de 2014, a banda apresentou o primeiro single do álbum, intitulado "Back to the Shack", no Cruzeiro dos Weezer de 2014.[15] A versão de estúdio da música estreou a 21 de Julho no canal do YouTube da banda e é lançada como single no dia seguinte.[21] [22] A 23 de Julho, a banda apresentará a música no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon.[23]

A 21 de Julho, a banda anunciou que o álbum estará disponível para reserva no portal PledgeMusic.[24] A banda também anunciou planos para tocar o álbum na íntegra em pequenos locais.[25] A 8 de Setembro, a banda lançou o segundo single, "Cleopatra",[26] partilhando também alguns detalhes sobre a ilustração do álbum, juntamente com mais informações de pré-ordem de compra.[27] Mais tarde também disponibilizou as músicas "Lonely Girl" e "The British Are Coming". O álbum foi disponibilizado na iTunes Radio a 30 de Setembro de 2014, como parte das séries First Play.[28]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Avaliação da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 75/100[29]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[30]
Alternative Press 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[31]
The A.V. Club B[32]
Billboard 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[33]
Consequence of Sound A-[26]
Drowned in Sound 6/10[34]
NME 7/10[35]
Rock Sound 7/10[36]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[37]
Sputnikmusic 3.7/5[38]

De acordo com a Metacritic, Everything Will Be Alright in the End recebeu uma pontuação agregada de 75/100, indicando "revisões geralmente favoráveis".[29]

Stephen Thomas Erlewine da Allmusic afirma que "existe uma sensação que os Weezer fizeram outra gravação de rock massivo e viciante porque é isso que os fãs querem mas porque eles sabem que é isso que eles fazem melhor", citando músicas como "The British Are Coming", "Ain't Got Nobody", "Cleopatra" e "Go Away".[30] Scott Heisel da Alternative Press comenta que este "este pode não ser o melhor álbum dos Weezer, mas é definitivamente o álbum perfeito para os Weezer, pelo menos agora". Heisel aponta alguns riscos no álbum, como as mudanças temporais de 5/4 para 4/4 em "Cleopatra", que eventualmente dão a sensação de "regresso a casa".[31] Pela Billboard, Jilian Mapes declara que é o melhor álbum dos Weezer desde Maladroit, afirmando - "Uma mão cheia de metáforas 'foleiras' mostram a falta de personalidade que marca a composição pós-Pinkerton de Cuomo, apesar de se redimir em algumas qualidades musicais que reafirmam os Weezer como fornecedores de feedback e poeira".[33]

O escritor da Consequence of Sound Dan Caffrey nota que "Everything Will Be Alright in the End não nos transporta só para os primeiros anos dos Weezer — projectam-nos para o seu futuro. E pela primeira vez em algum tempo, parece bastante brilhante".[26] Mischa Pearlman da NME declara que "Não é Pinkerton, mas os Weezer, finalmente, estão de volta aos eixos". Pearlman considera que "Foolish Father", "Lonely Girl", "Go Away" e "The Futurescope Trilogy" estão talhadas para serem grandes faixas.[35] Caryn Ganz da Rolling Stone comenta que "o espírito de reconciliação é forte em Everything Will Be Alright in the End". Ganz também nota - "As faixas dedicadas à ligação dos Weezer com os seus ouvintes são as mais atormentadas e teatrais".[37]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

O álbum estreou-se no quinto lugar na principal tabela americana, Billboard 200, com uma estimativa de venda de 30.000 cópias na primeira semana.[5] Ainda nos Estados Unidos, o álbum estreou-se no segundo lugar nas tabelas especializadas Billboard Top Rock Albums[39] e Billboard Alternative Albums[40] e atingiu o primeiro lugar na tabela Billboard Tastemaker Albums.[41] No Canadá, o álbum estreou-se no décimo lugar na Canadian Albums Chart, com uma estimativa de venda de 3.500 cópias na primeira semana.[42]

O álbum também surge tabelado em vários países europeus, como a Alemanha, Bélgica, Irlanda, Reino Unido e Suíça, e nos principais países da Oceânia, Austrália e Nova Zelândia.

Lista de Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Ain't Got Nobody"   Rivers Cuomo 3:21
2. "Back to the Shack"   Rivers Cuomo, Jacob Kasher 3:07
3. "Eulogy for a Rock Band"   Rivers Cuomo, Daniel Brummel, Ryen Slegr 3:32
4. "Lonely Girl"   Rivers Cuomo, Joshua Berman Alexander 2:50
5. "I've Had It Up to Here"   Rivers Cuomo, Justin Hawkins 2:54
6. "The British Are Coming"   Rivers Cuomo 4:08
7. "Da Vinci"   Rivers Cuomo, Joshua Berman Alexander 4:07
8. "Go Away" (com Bethany Cosentino) Rivers Cuomo, Bethany Cosentino 3:14
9. "Cleopatra"   Rivers Cuomo 3:13
10. "Foolish Father"   Rivers Cuomo, Patrick Stickles 4:35
11. "I. The Waste Land" (Parte I de "The Futurescope Trilogy) Rivers Cuomo 1:56
12. "II. Anonymous" (Parte II de "The Futurescope Trilogy) Rivers Cuomo 3:20
13. "III. Return to Ithaca" (Parte III de "The Futurescope Trilogy) Rivers Cuomo 2:18
Duração total:
42:24

Algumas das músicas avançadas ficaram pelo caminho, tais como,

  • "The Rules of Life".[17]

Desempenho nas tabelas[editar | editar código-fonte]

País - Tabela Melhor posição Ref
 Alemanha - Bundesverband Musikindustrie 95 [43]
 Austrália - ARIA 45 [44]
 Bélgica - Ultratop 200 Albums - Flandres 166 [45]
 Bélgica - Ultratop 200 Albums - Valónia 107 [43]
 Canadá - Canadian Albums Chart 10 [46]
 Estados Unidos - Billboard 200 5 [5]
 Estados Unidos - Billboard Alternative Albums 2 [40]
 Estados Unidos - Billboard Digital Albums 5 [47]
 Estados Unidos - Billboard Tastemaker Albums 1 [41]
 Estados Unidos - Billboard Top Rock Albums 2 [39]
 França - SNEP 138 [48]
 Irlanda - Irish Albums Chart 34 [49]
 Nova Zelândia - RIANZ 33 [50]
 Reino Unido - UK Albums Chart 37 [51]
Suíça - Schweizer Hitparade 57 [52]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Future Releases on Alternative Radio Stations, Independent Artist Song Releases | Allaccess.com. Visitado em 10 de Julho de 2014.
  2. Weezer Announce New Album Everything Will Be Alright in the End | News Pitchfork (12 de Junho de 2014). Visitado em 12 de Junho de 2014.
  3. a b c d e f Atkinson, Katie (9 de Julho de 2014). 'Weezer Wednesday' premiere: New album gets a release date; EW goes in the studio - EXCLUSIVE | The Music Mix | EW.com Entertainment Weekly. Visitado em 9 de Julho de 2014.
  4. Menyes, Carolyn (8 de Setembro de 2014). LISTEN: Weezer New Song 'Cleopatra' Arrives Online Before 'Everything Will Be Alright in the End' Release Date Music Times. Visitado em 14 de Setembro de 2014.
  5. a b c Weezer - Chart History - Billboard 200 Billboard. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  6. Death to False Metal Reviews, Ratings, Credits, and More at Metacritic Metacritic. Visitado em 1 de Julho de 2014.
  7. Critic Reviews for Hurley by Weezer Metacritic. Visitado em 1 de Julho de 2014.
  8. Ayers, Michael D. (21 de Agosto de 2009). Weezer Filled With 'Raditude' This Fall Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 27 de Janeiro de 2010.
  9. (14 de Setembro de 2010). Weezer start work on 'Hurley' follow-up NME.com. Recuperado a 12 de Junho de 2014.
  10. Adams, Erik (14 de Setembro de 2010). Rivers Cuomo · Interview · The A.V. Club The A.V. Club. Visitado em 21 de Julho de 2014.
  11. a b New Weezer Album, Its Ninth, Set for Release Sept. 30 The Hollywood Reporter (10 de Julho de 2014). Visitado em 10 de Julho de 2014.
  12. a b c d e Anderson, Kyle. "Weezer Go Back to the Future", July 18, 2014. Página visitada em 10 de Julho de 2014.
  13. a b Trakin, Roy (28 de Outubro de 2013). Weezer to record new album with Ric Ocasek starting in January; greatest hits album in the works - Alternative Press Altpress.com. Visitado em 12 de Junho de 2014.
  14. Jason Newman (19 de Março de 2014). Weezer Posted a 20-Second, In-the-Studio Teaser Ahead of Possible New Album | Music News Rolling Stone. Visitado em 12 de Junho de 2014.
  15. a b c d Weezer Reveal New Album Title 'Everything Will Be Alright in the End' - Video Rolling Stone (13 de Junho de 2014). Visitado em 27 de Junho de 2014.
  16. Reed, Ryan (9 de Julho de 2014). Weezer Share Album Release Date, New Teaser Video | Music News Rolling Stone. Visitado em 9 de Julho de 2014.
  17. a b Baldwin, Kristen (17 de Julho de 2014). In the studio: Weezer talks lyrics, the new album title, Ric Ocasek | The Music Mix | EW.com Entertainment Weekly. Visitado em 21 de Outubro de 2014.
  18. Menyes, Carolyn (12 de Junho de 2014). Weezer Announces New Album Title 'Everything Will Be Alright In The End', with Ric Ocasek as Producer : Genres Music Times. Visitado em 21 de Agosto de 2014.
  19. Reed, Ryan (21 de Julho de 2014). Weezer Share Nerdy, Self-Referential New Single 'Back to the Shack' | Music News Rolling Stone. Visitado em 21 de Julho de 2014.
  20. Hughes, Josiah (20 de Agosto de 2014). Weezer Delay New Album, Share Tracklisting Exclaim!. Visitado em 21 de Agosto de 2014.
  21. Ryan Reed (21 de Julho de 2014). Weezer Share Nerdy, Self-Referential New Single 'Back to the Shack' | Music News Rolling Stone. Visitado em 22 de Julho de 2014.
  22. Future Releases on Alternative Radio Stations, Independent Artist Song Releases | Allaccess.com. Visitado em 10 de Julho de 2014.
  23. Weezer debut new single 'Back To The Shack' – listen | News NME (16 de Julho de 2014). Visitado em 22 de Julho de 2014.
  24. Pre-Order Weezer on PledgeMusic.
  25. Rivers Cuomo hints at Weezer UK gig and says new album helps keep the format alive | News NME (21 de Julho de 2014). Visitado em 24 de Julho de 2014.
  26. a b c Coplan, Chris (9 de Setembro de 2014). Weezer release song “Cleopatra” — listen Consequence of Sound. Visitado em 14 de Setembro de 2014.
  27. iTunes Preorder and Artwork Preview - weezer Weezer. Visitado em 14 de Setembro de 2014.
  28. Stream Weezer's New Album Everything Will Be Alright in the End Pitchfork. Visitado em 6 de Outubro de 2014.
  29. a b Reviews for Everything Will Be Alright in the End by Weezer - Metacritic. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  30. a b Everything Will Be Alright in the End - Weezer - Songs, Reviews, Credits, Awards - AllMusic AllMusic. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  31. a b Weezer - Everything Will Be Alright In The End Alternative Press. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  32. Review: Weezer makes an overdue return to sincerity on Everything Will Be Alright In The End · Music Review · The A.V. Club. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  33. a b Album Review: Weezer’s ‘Everything Will Be Alright in the End’ Attempts Return to Peak Power-Pop Condition Billboard (23 de Setembro de 2014). Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  34. Album Review: Weezer - Everything Will Be Alright In the End DrownedInSound. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  35. a b NME Reviews - Weezer - 'Everything Will Be Alright In The End' - NME.COM NME.COM (7 de Outubro de 2014). Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  36. Weezer - Everything Will Be Alright In The End Rock Sound Magazine. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  37. a b Weezer's New Album: Everything Will Be Alright in the End Rolling Stone. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  38. Review: Weezer - Everything Will Be Alright in the End - Sputnikmusic. Visitado em 8 de Outubro de 2014.
  39. a b Weezer - Chart History - Billboard Top Rock Albums Billboard. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  40. a b Weezer - Chart History - Billboard Alternative Albums Billboard. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  41. a b Weezer - Chart History - Billboard Tastemaker Albums Billboard. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  42. A Journal of Musical ThingsWeekly Music Sales Report and Analysis: 15 October 2014 - A Journal of Musical Things A Journal of Musical Things. Visitado em 16 de Outubro de 2014.
  43. a b Ultratop 200 Wallonie Ultratop. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  44. Australian Album Charts australian-charts.com. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  45. Ultratop 200 Vlaanderen Ultratop. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  46. Weezer - Chart History - Billboard Canadian Albums Billboard. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  47. Weezer - Chart History - Billboard Digital Albums Billboard. Visitado em 27 de Outubro de 2014.
  48. Les Charts lescharts.com. Visitado em 27 de Outubro de 2014.
  49. Irish Album Charts irish-charts.com. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  50. New Zealand Album Charts charts.org.nz. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  51. Official Albums Chart Uk Top 100 Official Charts Company. Visitado em 17 de Outubro de 2014.
  52. Swiss Album Chart hitparade.ch. Visitado em 17 de Outubro de 2014.