Exército das Três Garantias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Exército das Três Garantias[1]

Exército das Três Garantias, Exército Imperial das Três Garantias ou Exército Trigarante (em castelhano Ejército de las Tres Garantías) foi o nome por que ficou conhecido o exército que, na fase final da Guerra da Independência do México, reuniu as tropas espanholas sob comando de Agustín de Iturbide e os insurgentes mexicanos liderados por Vicente Guerrero, antes inimigos.

A criação deste exército foi definida no plano de Iguala e o seu nome deve-se às três garantias que deveria defender: a religião católica como única religião do novo país, independência relativamente à Espanha e união entre as várias facções independentistas.

A partir da sua criação em 24 de Fevereiro de 1821, o Exército Trigarante continuou o combate contra as tropas realistas espanholas, que recusavam aceitar a independência do México, até Agosto de 1821, quando Iturbide e Juan O'Donojú assinaram o Tratado de Córdoba.

Em 29 de Setembro de 1821, o Exército Trigarante entra na Cidade do México. Por esta altura contava com 7 616 soldados de infantaria, 7 755 de cavalaria, 763 artilheiros e 68 canhões.

Generais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. (em espanhol) Universidad de Guadalajara "Historia de la Bandera" [1].
  2. INEHRM Secretário da Educação Pública