Exercício anaeróbio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Abril de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os exercícios anaeróbicos utilizam uma forma de energia que não depende do uso do oxigênio, são atividades de curta duração e de grande intensidade, e muitos são direcionados apenas para alguns músculos. Normalmente, o foco dos exercícios anaeróbicos é o aumento da massa muscular, da força e o enrrigecimento.

Comumente chamado de Musculação ou de Exercícios Resistidos, esta modalidade de exercício beneficia aqueles que pretendem ganhar massa magra (músculos), ou até mesmo implementar a massa dos músculos (hipertrofia) e também acelerar o metabolismo e reduzir o peso. Bastante conhecido pelos bodybuilders (fisiculturistas), os quais através da musculação aumentam a massa muscular para participar de campeonatos e apresentações.

Exemplos de exercícios anaeróbicos incluem musculação, sprints, saltos; qualquer exercício que consista de movimentos rápidos de alta intensidade. Exercícios anaeróbios são geralmente usados por atletas para desenvolver força e bodybuilders para construir massa muscular. Músculos que são treinados sob condições anaeróbias desenvolvem melhor performance em atividades de curta duração e alta intensidade.

A fisiologia do Exercício Anaeróbico acontece através de dois sistemas, o primeiro denominado Sistema Anaeróbio Alático, pela combinação do ATP (Adenosina Trifosfato) e CP (Creatina Fosfato), gera e armazena energia nos músculos. E o Sistema Anaeróbico Lático ou Glicólise Anaeróbica, o qual processa a substância alimentar denominada carboidrato, em ácido lático, que por sua vez será utilizado nos músculos em forma de glicogênio.

Dentre as funções do Exercício Anaeróbico, pode-se destacar o estímulo a resistência, densidade do osso e flexibilidade. A duração média deste tipo de exercício deve ser de 60 minutos, sendo frequência mínima de duas vezes por semana e máxima de quatro vezes. Para obter o resultado esperado, é necessário se adaptar a rotina ritmada de exercícios, respeitar o limite do corpo, sem exagerar no peso, bem como dar pausas para o descanso e recuperação muscular. Para isso, o treino regenerativo, que também pode ser chamado de descanso ativo, pode ser feito no período de recuperação, para regenerar as fibras musculares, ativar a circulação e remover o excesso de ácido lático produzido pelo organismo, devido ao esforço intenso.

Os Exercícios Anaeróbicos estão suscetíveis a fadiga muscular (cansaço do músculo e perda de força), devido a atividade física prolongada e repetitiva. A causa da fadiga é uma dieta escassa em açucares, denominada hipoglicídica; tal efeito faz o glicogênio hepático e muscular diminuir, o que reduz o desempenho do exercício. Para evitar a fadiga muscular se faz necessário a ingestão de carboidratos como cereais e pão, nutrientes que transformam hidratos de carbono em glicogênio.

http://www.scalacenter.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=86&Itemid=29 http://www.copacabanarunners.net/anaerobicos.html