Exportação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Exportação é a saída de bens, produtos e serviços além das fronteiras do país de origem. Esta operação pode envolver pagamento (cobertura cambial), como venda de produtos, ou não, como nas doações.

Tipos de Exportação[editar | editar código-fonte]

Exportação Indireta[editar | editar código-fonte]

A exportação pode ser caracterizada como 'direta' e 'indireta'. A exportação direta ocorre quando a própria empresa faz a exportação, sem a utilização de intermediários no processo de introdução do produto no mercado-alvo.

Exportação indireta trata-se de uma alternativa disponível para empresas que desejam iniciar seu processo de internacionalização, porém não possuem experiência suficiente para fazê-lo de forma independente.

Esta forma de provimento do mercado internacional é adotada normalmente por companhias de pequeno ou médio porte, e pode ocorrer através de:

  • uma comercial exportadora;
  • uma "trading company": sociedade anônima, com capital mínimo integralizado de 1 milhão de Reais, cujo papel é não só comprar produtos para exportar, mas assessorar uma empresa que deseja exportar seus produtos, mediante pagamento de comissão;
  • uma cooperativa (setor rural);
  • um consórcio de exportação: espécie de cooperativa que pressupõe a criação de uma marca sob a qual o produto será comercializado no(s) mercado(s)-alvo, não sendo necessário a criação de uma nova personalidade jurídica.As condições são oficializadas em uma reunião, cuja ata deve ser registrada em cartório. Os custos são rateados entre as empresas participantes.

Exportação Direta[editar | editar código-fonte]

A exportação direta é a operação em que o produto exportado é faturado diretamente pelo próprio produtor ao importador. Este tipo de exportação exige que a empresa possua conhecimento relativo ao imenso processo de exportação, em toda a sua linha de expansão.

Roteiro básico para exportar produtos[editar | editar código-fonte]

  • Identificar possíveis compradores no mercado externo;
  • Enquadrar a exportação às normas nacionais e internacionais;
  • Registrar e credenciar a sua empresa como exportadora junto ao DECEX/SECEX e Secretaria da Receita Federal;
  • Contatar o possível comprador e apresentar a empresa e o produto;
  • Preparar o preço FOB ou FCA como básico (ou pelo INCOTERM que o importador solicitar);
  • Definir condições de preço, forma de pagamento, entrega, embalagem, etc;
  • Emitir e enviar a fatura Pro Forma para o importador analisar e confirmar negócio;
  • Receber a formalização do negócio [pedido de compra (Purchase Order)] por parte do importador;
  • Registrar a Exportação no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior);
  • Produção da mercadoria para entregar no prazo;
  • Contratar empresa para o transporte internacional;
  • Efetuar ou contratar despachante aduaneiro para cumprir os transmites de despacho;
  • Emitir documentos fiscais, comerciais e financeiros;
  • Fechar o cambio de exportação com o banco autorizador (Banco Negociador);
  • Acompanhar a chegada da mercadoria no destino;
  • Receber o pagamento através do Banco Negociador no Brasil.

Estatísticas Relacionadas[editar | editar código-fonte]

Em 2001... (Fonte OMC)

  • Na UE - 2 250 milhares de milhões de dólares
  • Na NAFTA - 1 125 milhares de milhões de dólares
  • Na EAEC - 1 651 milhares de milhões de dólares
  • Na CCG - 100 milhares de milhões de dólares
  • Na UMA - 100 milhares de milhões de dólares
  • Na CEFTA - 125 milhares de milhões de dólares
  • Na SADC - 36 milhares de milhões de dólares
  • Na ALADI - 330 milhares de milhões de dólares

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]