Fábio Assunção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fábio Assunção
Fábio Assunção em agosto de 2011
Nome completo Fábio Assunção Pinto
Nascimento 10 de agosto de 1971 (42 anos)
Brasil São Paulo, Brasil
Ocupação Ator
Cônjuge Priscila Borgonovi (1997 - 2004)

Karina Tavares (2010 - 2013)

Atividade 1990 - presente
Outros prêmios
Prêmio Contigo!
Melhor Ator - Televisão
2004 Celebridade
Prêmio Qualidade Brasil RJ
Melhor Ator - Televisão
2004 Celebridade
IMDb: (inglês)

Fábio Assunção Pinto (São Paulo, 10 de agosto de 1971)[1] é um ator brasileiro, muito conhecido por seu trabalho em telenovelas da Rede Globo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Na infância, Fábio teve aulas de piano por dois anos e meio, depois de violão clássico, popular, canto e coral. Com apenas 15 anos, sabendo tocar guitarra e piano, ele chegou a montar uma banda chamada Delta T, mas o sonho acabou por falta de dinheiro e tempo para praticar. Fábio iniciou a faculdade de publicidade, até que um dia ele viu um anúncio de um curso de teatro na Fundação das Artes, em São Caetano, o qual resolveu fazer. Isso foi o começo de uma brilhante carreira. Uma semana depois de ter levado seu currículo à Rede Globo e ter sido escolhido em um teste, ele já estava gravando Meu Bem, Meu Mal, sua primeira novela. Posteriormente, seguiram-se vários outros trabalhos, tornando-se um dos atores preferidos de Gilberto Braga.

Em 1993, viveu seu primeiro vilão, em Sonho Meu, e em 1999 interpretou seu primeiro protagonista em Força de um Desejo. Depois viriam os mocinhos de Coração de Estudante e Paraíso Tropical. Também participou de várias minisséries e seriados como protagonista, entre elas: Labirinto, Os Maias, Mad Maria e Copas de Mel. Foi indicado duas vezes ao Troféu Imprensa, na categoria "Melhor Ator", por sua interpretação como Marcos Mezenga em O Rei do Gado em 1996 [2] e como o vilão Renato Mendes de Celebridade em 2004[3] . Esse mesmo personagem de Celebridade acabou lhe dando os prêmios Qualidade Brasil (2004) [4] e Contigo (2004) [5] .

Em 2009, ganhou o prêmio de "Melhor Ator" no Festival de Cinema Brasileiro de Los Angeles, por sua interpretação no filme Bellini e o Demônio [6] [7] . Retornou à televisão como o protagonista da minissérie Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor. Por esta minissérie, onde atuou ao lado de Adriana Esteves foi indicado ao Emmy Internacional na categoria melhor ator [8] , ainda em 2009 Fábio ganhou o prêmio Arte Qualidade Brasil de Melhor Ator Série ou Minissérie de Televisão [9] e o Prêmio Contigo 2011 de Televisão como Melhor Ator de Série.[10] Em 2011, volta para televisão para viver o Jorge no seriado Tapas & Beijos dono de uma boate, onde é casado com Sueli (Andrea Beltrão). Após um tempo na clínica, Fábio se diz livre da droga e já está pronto para novos desafios na televisão. Estreou como diretor teatral em agosto de 2012 com o espetáculo "Expresso do Por do Sol", adaptação de Maria Adelaide Amaral para a peça Sunset Limited que inclusive já foi levada para a TV americana dirigida por Tommy Lee Jones que atua ao lado de Samuel L. Jackson.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Fabio foi casado com a atriz Cristiana Oliveira, namorou durante seis anos a prestigiada Cláudia Abreu e teve um relacionamento de 8 anos com Prisicila Borgonovi, com quem teve o filho João, de 10 anos. Ele também é pai de Ella Felipa, de 2 anos, com sua ex-esposa Karina Tavares.

Trabalhos realizados[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fábio Assunção