Fátima do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Fátima do Sul
"Cidade Favo de Mel"
Bandeira de Fátima do Sul
Brasão de Fátima do Sul
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 9 de Julho
Fundação 9 de julho de 1954 (60 anos)[1]
Emancipação 11 de dezembro de 1963 (50 anos)
Gentílico fatimassulense
Padroeiro(a) Nossa Senhora de Fátima
CEP 79700-000
Prefeito(a) Junior Vasconcelos (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Fátima do Sul
Localização de Fátima do Sul no Mato Grosso do Sul
Fátima do Sul está localizado em: Brasil
Fátima do Sul
Localização de Fátima do Sul no Brasil
22° 22' 26" S 54° 30' 50" O22° 22' 26" S 54° 30' 50" O
Unidade federativa  Mato Grosso do Sul
Mesorregião Sudoeste de Mato Grosso do Sul IBGE/2008[2]
Microrregião Dourados IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Dourados, Caarapó, Vicentina, Glória de Dourados e Deodápolis
Distância até a capital federal: 1 263 km
estadual: 248
km[3]
Características geográficas
Área 315,237 km² (MS: 76º)[4]
Área urbana 4,309 km² (MS: 21º) – est. Embrapa[5]
Distritos Culturama
População 19 260 hab. (MS: 31º) –  est. IBGE 2013[6]
Densidade 60,364 hab/km²
Altitude 352 m [7]
Clima Tropical Aw
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,776 (MS: 31º) – alto PNUD/2000[8]
Gini 0,450 (MS: 58º) – est. IBGE 2003[9]
PIB R$ 177 655,223 mil (MS: 40º) – IBGE/2008[10]
PIB per capita R$ 9 192,07 IBGE/2008[10]
Página oficial

Fátima do Sul é um município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul. A cidade se situa ao lado da cidade de Dourados (40 km) e o maior cartão postal é o Parque Aquático situado na entrada da cidade, próxima à ponte sobre o rio Dourados.

História[editar | editar código-fonte]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

O município de está situado no sul da região Centro-Oeste do Brasil, no Sudoeste de Mato Grosso do Sul (Microrregião de Dourados). Localiza-se a uma latitude 22º22'27" sul e a uma longitude 54º30'50" oeste. Distâncias:

Geografia física[editar | editar código-fonte]

Solo

Fátima do Sul encontra-se inserido na unidade geotectônica denominada Bacia tecto-sedimentar do Paraná, estabelecida sobre a Plataforma Sul-Americana a partir do Devoniano inferior ou Siluriano. Localiza-se próximo à borda oeste, com inclinação homoclinal para Leste e recoberta pelos derrames basálticos cretáceos. Na região, desenvolveram-se cuestas que formam a Serra de Maracaju.

Relevo e altitude

Está a uma altitude de 352 m. Fátima do Sul está na transição entre os afloramentos de basalto e arenito, com predominância do segundo. A pequena extensão da área não deixa muito nítida a diferença de dissecação do relevo, mesmo assim podemos notar a predominância de relevo plano na área recoberta por basalto, porção oeste do município sendo mais ondulado e recoberta por arenito.

Clima, temperatura e pluviosidade

Está sob influência do clima tropical (Aw). Fátima do Sul localiza-se na confluência dos principais sistemas atmosféricos da América do Sul. Apesar da baixa latitude, é atingida pelo avanço das massas polares por estar inserida na Bacia do Rio Paraná, com seus vales convergindo para o Sul. Por outro lado, em função dessa mesma posição geográfica representada pela baixa latitude, recebe a influência da massa equatorial no verão.

Hidrografia

Está sob influência da Bacia do Rio da Prata. O rio Dourados e o principal curso de aguá que faz parte da bacia do paraná e sub-bacia do rio Ivinhema. Além desses, ainda merecem destaque na área alguns córregos como Engano, Tapei e das Moças.

Vegetação

As principais formações vegetais que já recobriram a porção meridional de Mato Grosso do Sul são: a Floresta Estacional Semidecidual, o Cerrado e Campos, mas aparecem, também, a Floresta Aluvial e a Floresta Submontana.

Geografia política[editar | editar código-fonte]

Fuso horário

Está a -1 hora com relação a Brasília e -4 com relação a Meridiano de Greenwich.

Área

Ocupa uma superfície de 315,237 km², sendo o terceiro menor município de Mato Grosso do Sul.

Subdivisões

Culturama, localizado há aproximadamente 30 km de Fátima do Sul.

Arredores

Dourados, Caarapó, Vicentina, Glória de Dourados e Deodápolis

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Fátima do Sul se baseia principalmente na agropecuária.

Turismo[editar | editar código-fonte]

  • Áqua Park
  • Bosque da Paz
  • Casa do Papai Noel
  • Floresta Clube de Campo
  • Fogueira Ecológica
  • Horto Florestal
  • Ilha do Sol
  • Lago do Amor
  • Lago das Carpas Coloridas
  • Lago dos Sonhos (distrito de Culturama)
  • Ponte sobre o rio Dourados
  • Parque Aquático e Ambiental
  • Parque de Eventos Beira Rio
  • Parque de Exposição Aparecida Saltarelli
  • Pista de Motocross
  • Praça Getúlio Vargas

Religião[editar | editar código-fonte]

Conforme o Censo de 2010 do IBGE, a população de Fátima do Sul é formada por grupos religiosos como cristãos (93,68%), sendo subdividido em Católica Apostólica Romana (69,36%), Evangélicas de Missão (5,42%), Evangélicas de origem pentecostal (14,28%), Restauracionista (0,48%) e Outros cristãos (4,70%). Há ainda os Reencarnacionista (0,56%), Afro-brasilera (0,02%), Oriental (0,28%), Indeterminados (0,29%) e Não religiosos (4,60%).[11] [12]

Cristãos[editar | editar código-fonte]

É de longe o maior grupo religioso presente nos habitantes locais, totalizando 93,68% de sua população.[11] [12]

Católicos[editar | editar código-fonte]

Imagem de Nossa Senhora de Fátima, padroeira do município

Fátima do Sul localiza-se no país mais católico do mundo em números absolutos. A Igreja Católica teve seu estatuto jurídico reconhecido pelo governo federal em outubro de 2009,[13] ainda que o Brasil seja atualmente um estado oficialmente laico.[14] .

A Igreja Católica reconhece como padroeiros da cidade Nossa Senhora de Fátima. O município faz parte da Circunscrições eclesiásticas da Regional Oeste I (que atende Mato Grosso do Sul) e de acordo com a divisão resolvida pela Igreja Católica, o município de Fátima do Sul pertence à Província Eclesiática de Campo Grande, mais precisamente à Diocese de Dourados, sendo sede de 1 paróquia. Seu atual bispo é, desde 2001, Dom Redovino Rizzardo. Grupo formado por 69,36% dos seus habitantes, sendo a Católica Apostólica Romana a única representante.[11] [12]

Igreja

Protestantes[editar | editar código-fonte]

Embora seu desenvolvimento tenha sido sobre uma matriz social eminentemente católica, tanto devido à colonização quanto à imigração, é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes. De acordo com dados do censo de 2010 realizado pelo IBGE, a população local era composta 19,7% de protestantes.[11] [12]

Evangélicos de missão[editar | editar código-fonte]

Os evangélicos de missão totalizam 5,42% dos locais. Destes, 0,41% são luteranos, 0,38% são presbiterianos, 0,62% metodista, 2,70% são batistas e 1,31% são adventistas.[11] [12]

Evangélicos neopentecostais[editar | editar código-fonte]

Os evangélicos neopentecostais totalizam 14,28% dos locais. Destes, 3,83% é da Igreja Assembléia de Deus, 3,32% da Congregação Cristã do Brasil, 0,08% da Igreja o Brasil para Cristo, 1,29% da Igreja Evangelho Quadrangular, 0,86% da Igreja Universal do Reino de Deus, 1,07% da Igreja Deus é Amor e 3,83% de outras evangélicas de origem pentecostal.[11] [12]

Templos

Em Fátima do Sul existem diversos templos evangélicos pentecostais (Assembleia de Deus, IURD, Congregação Cristã do Brasil) e outras.

Restauracionista[editar | editar código-fonte]

Representado por 0,48% dos habitantes. Abrange apenas as Testemunhas de Jeová.[11] [12]

Outros cristãos[editar | editar código-fonte]

No município existem também cristãos de outras denominações, representado por 4,70% dos habitantes. Destes 3,05% são de outras igrejas evangélicas e 1,65% são de outras religiosidades cristãs.[11] [12]

Outras denominações[editar | editar código-fonte]

O município é representada por variados outros credos, existindo também religiões de várias outras denominações tais como Testemunhas de Jeová, Maçônica, Messiânica, entre outras. São elas:

Reencarnacionistas[editar | editar código-fonte]

Possui 0,56% do total, sendo todos espíritas.[11] [12]

Afro-brasileiras[editar | editar código-fonte]

Possui 0,02% do total, sendo todos da umbanda.[11] [12]

Orientais ou asiáticas[editar | editar código-fonte]

Com 0,28% de pessoas, se divide entre o Budismo (0,03%), Igreja Messiânica Mundial (0,03%), Islamismo (0,15%) e outras religiões orientais (0,07%).[11] [12]

Indeterminados[editar | editar código-fonte]

Opções indeterminadas respondem por 0,29% dos habitantes, sendo os mal definidos respondendo por 0,22% e 0,07% dos que não sabem que religião são.[11] [12]

Não religiosos[editar | editar código-fonte]

O Grupo das pessoas não religiosas respondem por 4,61% dos habitantes, sendo os sem religião convictos 4,58% e ateus 0,03%.[11] [12]

Urbanização[editar | editar código-fonte]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Rodovias

Referências

  1. Fátima do Sul: 42 anos de história (28/7/2005) - Glaucia Yasunaka Título não preenchido, favor adicionar.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. Mapas e rotas Guia 4 Rodas. Visitado em 3 de novembro de 2011.
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  5. Urbanização das cidades brasileiras Embrapa Monitoramento por Satélite. Visitado em 30 de Julho de 2008.
  6. Estimativa Populacional 2013 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2011). Visitado em 13 de setembro de 2011.
  7. Paraná Embrapa. Visitado em 19 de julho de 2011.
  8. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  9. Indice GINI Cidade Sat Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2000). Visitado em 6 de agosto de 2011.
  10. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  11. a b c d e f g h i j k l m Sistema IBGE de Recuperação Automática (Sidra) (2000). População residente por religião. Visitado em 06 de abril de 2012.
  12. a b c d e f g h i j k l m Censo 2010 - Lista municípios e religiões, Exibir Registro Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010). Visitado em 14 de maio de 2013.
  13. Cristiane Agostine (8 de outubro de 2009). Senado aprova acordo com o Vaticano O Globo. Visitado em 26 de março de 2010. Cópia arquivada em 22 de setembro de 2011.
  14. Fernando Fonseca de Queiroz (outubro de 2005). Brasil: Estado laico e a inconstitucionalidade da existência de símbolos religiosos em prédios públicos Jus Navigandi. Visitado em 26 de março de 2010. Cópia arquivada em 22 de setembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Mato Grosso do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.