Félix Guattari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pierre-Félix Guattari (Villeneuve-les-Sablons, Oise, 30 de Abril de 1930Cour-Cheverny, 29 de Agosto de 1992) foi um filósofo e militante revolucionário francês

Atuou com Gilles Deleuze. Juntos escreveram Anti-Édipo, Capitalismo e Esquizofrenia e O que é Filosofia?, entre outras obras.

Esquizoanálise, transversalidade, ecosofia, caosmose, entre outros, são alguns dos termos usados pelo autor.

Foi muito longe nesta desterritorialização e criou uma obra na qual o problema do desejo singular é inseparável do político, da indústria, da informática, das instituições. Inconsciente institucional, para além, aquém, junto com o inconsciente individual. Coloca o problema da subjetividade – em um sentido bastante diferente da tradição filosófica – no centro das questões políticas e sociais contemporâneas. Teorizou também sobre a questão da transdisciplinaridade

Obras[editar | editar código-fonte]

Disponíveis em português[editar | editar código-fonte]

  • O Anti-Édipo (com G. Deleuze) Ed. 34
  • Mil Platôs - capitalismo e esquizofrenia (com Gilles Deleuze) Trad. Suely Rolnik; v.1, v.2, v.3, v.4 e v.5 São Paulo: Editora 34, 1995
  • As três ecologias. Trad.: Maria Cristina F. Bittencourt. Campinas: Papirus, 1990,
  • Psicanálise e transversalidade: ensaios de análise institucional. Aparecida: Idéias & Letras, 2004.
  • Micropolítica: cartografias do desejo". 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2005. 439 p. (com Suely Rolnik)
  • Caosmose: um novo paradigma estético. São Paulo: Ed. 34, 1992
  • Kafka: para uma literatura menor(com G. Deleuze) Lisboa: Ed. Assírio & Alvim
  • Rizoma (com Gilles Deleuze) Trad.: Rafael Godinho, Lisboa: Assírio & Alvim, 2006
  • Máquina Kafka. Trad.: Peter Pál Pelbart, São Paulo: N-1 Edições, 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.