Drive Angry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Fúria sobre Rodas)
Ir para: navegação, pesquisa
Drive Angry
Destino Infernal (PT)
Fúria sobre Rodas (BR)
 Estados Unidos
2011 • cor • 104 min 
Direção Patrick Lussier
Produção Michael De Luca
Roteiro Todd Farmer
Patrick Lussier
Elenco Nicolas Cage
Amber Heard
Gênero Ação
Idioma Inglês
Música Michael Wandmacher
Cinematografia Brian Pearson
Edição Patrick Lussier
Devin C. Lussier
Estúdio Nu Image
Millennium Films
Eagle Films
Distribuição Summit Entertainment (EUA) / Lionsgate (UK)
Metropolitan Filmexport (FRA)
Lançamento Estados Unidos 25 de fevereiro de 2011
Brasil 1 de abril de 2011
Portugal 26 de Maio de 2011
Orçamento US$ 45 milhões[1]
Receita US$ 36,805,064[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Drive Angry (br: Fúria sobre Rodas / pt: Destino Infernal) é um filme de ação estrelado por Nicolas Cage e Amber Heard. O filme foi lançado nos Estados Unidos dia 25 de fevereiro de 2011 e no Brasil dia 1 de abril de 2011 em 3D.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Milton (Nicolas Cage) se envolveu com pessoas erradas no passado, foi parar no inferno e acabou tendo sua filha assassinada.

Agora, sua neta está das mãos do líder da mesma seita satânica. Chegou a hora de Milton retornar do mundo das trevas para tentar salvá-la e, quem sabe, ter a sua redenção...

Em sua jornada para descobrir o paradeiro da criança, ele conhece Piper (Amber Heard), uma garçonete boa de briga e em busca de aventura.

Era o que ele precisava para enfrentar seus inimigos e ainda driblar O Auditor (William Fichtner) um fiel súdito do diabo, disposto a tudo para levá-lo de volta para o príncipe da escuridão...

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Foi filmado em 3D, e os efeitos especiais foram criados por Gary Tunnicliffe.[15]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Foi lançado nos EUA em 25 de fevereiro de 2011.[16] Estreou em 23 de julho de 2010 na San Diego Comic-Con.[17]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Recebeu críticas mistas. Detém uma classificação de 45% do site Rotten Tomatoes. James Kendrick declarou que o filme é "alto, vicioso, insípido e vazio". Então afirmou que "troveja em você de todas as direções com um abandono selvagem que é mais irritante e desesperado do que animador. Mark Jenkins do Washington Post comentou que "Mesmo com as cenas mais chocantes, porém, o filme é pobre em enredo".

Apesar das críticas negativas, houve outras positivas de alguns críticos. Elizabeth Weitzman do New York Daily News declarou 'Drive Angry é suspense puro, tão comprometido com sua própria junkiness que é, a seu modo, um prazer de se ver".

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme é considerado um fracasso comercial, tendo estreado em nono lugar com $ 1,6 milhões na estréia, um fraco desempenho em relação aos $5 milhões esperados. Drive Angry teve a estréia mais baixa de um filme em 3D lançado em mais de 2.000 cinemas dos EUA.[18] Foi ligeiramente bem-sucedido nos cinemas internacionais faturando $26,129,852, mas ainda não foi capaz de superar seu orçamento.[19]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.