F Rademaker (F-49)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
F Rademaker
BNS Rademaker F49.jpg
Fragata Rademaker.
Carreira COA Brazilian Navy.svg
Operador Brasil Marinha do Brasil
Fabricante Yarrow Shipbuilders, Escócia[1]
Homônimo Almirante Augusto Hamann Rademaker Grünewald
Lançamento 18 de maio de 1977
Comissionamento 28 de março de 1980 (Marinha Real Britânica)
30 de abril de 1997 (Marinha do Brasil)
Estado Em serviço
Características gerais
Classe Classe Greenhalgh[2]
Tonelagem 4 424 padrão / 4 723 plena carga
Largura 14,8 m
Comprimento 131,2 m
Calado 7,5 m
Velocidade 30 nós (55 km/h)
Armamento Míssil antinavio MM-40 Exocet
míssil antiaéreo GWS-25 Seawolf
lançadores para torpedo Mk 46
Aeronaves 2 helicópteros Westland AH-11A Super Lynx
Tripulação 273 oficiais e marinheiros

F Rademaker (F-49) é uma fragata da Classe Greenhalgh, da Marinha do Brasil.[2]

Esta é um dos quatro navios Classe fragatas Type 22 (Lote I) adquiridas da Marinha Real Britânica, aonde era designado como HMS Battleaxe (F-89).[1]

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

A Fragata Rademaker, leva o nome do Almirante Augusto Hamann Rademaker Grünewald (1905-1985). É o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil.[1]

O Almirante Augusto Rademaker participou ativamente de Operações Navais durante a 2ªGuerra Mundial, foi Ministro da Marinha no período de 15 de março de 1967 a 30 de outubro de 1969 e integrou a junta militar que presidiu o país de 31 de agosto a 30 de outubro de 1969. Posteriormente foi eleito vice-presidente da República na chapa encabeçada pelo general Emílio Garrastazu Médici.

Construção[editar | editar código-fonte]

Fragata Rademaker em navegação durante a operação UNITAS (2005).

Construido pelo estaleiro inglês Yarrow Shipbuilders Ltd., em Scotstoun, Glasgow (Escócia), foi lançado ao mar em 18 de maio de 1977. Serviu a Marinha inglesa no período 28 de março de 1980 a 30 de agosto de 1996.[1]

Foi incorporado a Marinha do Brasil em 30 de agosto de 1996.

Em dezembro de 2012, o navio passou por processo de manutenção geral e revitalização, e foi incorporado ao sistema de armas os mísseis antinavio EXOCET MM-40.[3]

Referências

  1. a b c d F Rademaker - F 49, Classe Broadsword - Type 22 Batch 1. Navios de Guerra Brasileiros. Página visitada em 24 de junho de 2013. Cópia arquivada em 24 de junho de 2013.
  2. a b Fragata Classe Greenhalgh. Marinha do Brasil. Página visitada em 22 de junho de 2013. Cópia arquivada em 22 de junho de 2013.
  3. Galante (30 de maio de 2013). Fragata ‘Rademaker’ pronta para receber mísseis Exocet MM-40. Poder Naval. Página visitada em 24 de junho de 2013. Cópia arquivada em 24 de junho de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre F Rademaker (F-49)



Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.