Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Faculdade de Medicina da UFMG é uma Unidade Acadêmica da Universidade Federal de Minas Gerais. Sua sede fica no Campus Saúde, Avenida Professor Alfredo Balena, 190, região hospitalar de Belo Horizonte.

Formada em 1911, antes mesmo da fundação da Universidade, a Faculdade de Medicina da UFMG carrega uma história rica, com personagens notáveis. Entre seus ex-alunos estão o escritor Guimarães Rosa e o ex-presidente da república Juscelino Kubitschek.

Contando, atualmente, com mais de 2000 discentes, a FM/UFMG é reconhecida como sendo uma das maiores e melhores escolas de Medicina em atuação em território brasileiro, figurando também entre as principais instituições do ramo na América Latina. Pioneira na bem sucedida experiência pedagógica do Internato Rural na graduação, compreende um amplo e renomado sistema de pós-graduação, com dois de seus programas - Infectologia e Medicina Tropical e Saúde Pública - entre os de melhor conceito no país.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Os médicos fundadores que assinaram a ata de sua criação e suas respectivas cátedras eram: Alfredo Balena (clínica médica); Cornélio Vaz de Mello (anatomia médico-cirúrgica, operações e aparelhos); Zoroastro Rodrigues de Alvarenga (higiene); Cícero Ribeiro Ferreira Rodrigues (medicina legal); Otávio Machado (clínica pediátrica médica e cirúrgica, ortopedia e higiene infantil); Eduardo Borges Ribeiro da Costa (clínica cirúrgica); Hugo Furquim Werneck (ginecologia e obstetrícia); Samuel Libânio (clínica médica, 2ª cadeira); Antônio Aleixo (clínica dermatológica e sifilográfica); Ezequiel Caetano Dias (microbiologia); Honorato Alves (oftalmologia e otorrinolaringologia); e Olyntho Deodato dos Reis Meirelles (farmacologia).

Inicialmente, a Escola foi instalada no palacete Thibau, na esquina da Avenida Afonso Penna com a Rua Espírito Santo. Em 30 de julho de 1911 foi lançada a pedra fundamental para a construção de sua sede própria, localizada num terreno do Parque Municipal, cedido pela Prefeitura, na Avenida Mantiqueira, depois Avenida Alfredo Balena. À solenidade compareceu como paraninfo o professor Miguel de Oliveira Couto, da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro.

Em 26 de março de 1911, reuniram-se os fundadores e organizadores da Escola, constituindo a Direção Provisória da Faculdade, com Cícero Ribeiro Ferreira Rodrigues como presidente e Otávio Machado como secretário. A 3 de maio de 1911 deliberou-se pela aprovação dos seus estatutos, tomando como base o ensino teórico e prático das matérias que constituíam a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, incluindo os cursos de ciências médicas e cirúrgicas, de farmácia, de odontologia e de obstetrícia. Elegeu-se, então, a diretoria definitiva com Cícero Ribeiro Ferreira Rodrigues como diretor, Cornélio Vaz de Mello como vice-diretor e João Batista de Freitas como secretário-tesoureiro. No mês de junho foram empossados os 12 catedráticos fundadores e os diretores.

A aula inaugural intitulada "As Coordenadas Estáticas do Corpo Humano" foi proferida pelo professor interino de física médica Zoroastro Rodrigues de Alvarenga, no dia 8 de abril de 1912. Naquele ano foram matriculados 113 alunos, sendo 104 no curso médico, seis no de farmácia e três no de odontologia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.