Faculdade de Medicina de Itajubá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
FMIt
Faculdade de Medicina de Itajubá
Fundação 10 de abril, 1968
Tipo de instituição Filantrópica
Diretor(a) Prof. Dr. Rodolfo Souza Cardoso
Estado Minas Gerais
Página oficial www.aisi.edu.br
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A Faculdade de Medicina de Itajubá (FMIt) é um estabelecimento universitário, localizado no município de Itajubá, no estado de Minas Gerais.

Foi fundada no ano de 1968 pelo então governador do estado de São Paulo, Laudo Natel. Sua mantenedora é a Associação de Integração Social de Itajubá (AISI).

Desde sua fundação possui um hospital universitário próprio, o Hospital Escola de Itajubá. Atualmente, além do próprio hospital possui convênio com outros hospitais da região e com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Possui os seguintes cursos: Medicina, Nutrição, Tecnologia em Patologia Clínica, Tecnologia em Radiologia e Tecnologia em Farmácia.

História[editar | editar código-fonte]

No Ano de 1967, imbuídos do grande espírito de fundar e instalar em Itajubá uma Faculdade de Medicina, os idealizadores do projeto procuraram a Fundação Teodomiro Santiago e advogaram junto dela para que esta se tornasse a mantenedora daquela.

A idéia foi aceita pela Fundação Teodomiro Santiago que, em reunião no histórico dia 24 de abril de 1967, teve aprovado por seu conselho diretor, ad-referendum da assembléia geral, que posteriormente seria convocada extraordináriamente para este fim, que mandou acrescentar no seu estatuto, uma alínea que permitia à Fundação "criar ou manter Escolas ou Faculdades de Nível Superior, vinculando-as à memória de Teodomiro Carneiro Santiago". Na assembléia geral da Fundação foi aprovada criação da Faculdade de Medicina de Itajubá, na qualidade de entidade mantenedora e a designação do Dr. Rosemburgo Romano para o cargo de Diretor da Faculdade de Medicina de Itajubá durante a fase de organização da mesma.

Até a instalação da Faculdade, muitas pessoas contribuíram com idéias, esforço físico e financeiro. Os Baluartes foram sem dúvida o então governador de São Paulo, Laudo Natel, Dr. Michel Julien Júnior, Dr. Rosemburgo Romano, Dr. Luis Carlos Tigre Maia e Dr. Sebastião Oswaldo da Silva.

Autorizada pelo Decreto Federal nº 62.498 de 1 de Abril de 1968, publicado no Diário Oficial da União de 8 de Abril de 1968, a Faculdade, recém-nascida, passou a funcionar a contar de 1968, utilizando o nome da Fundação Teodomiro Santiago nos impressos e atos em que fosse necessário o nome da Fundação Mantenedora.

Nos dois primeiros anos de sua história a Faculdade de Medicina funcionou onde hoje está instalado o Hospital Escola, que foi criado por iniciativa dos mesmos fundadores da Faculdade. O Hospital Escola nasceu através de doações da população de Itajubá. O primeiro vestibular foi realizado em março de 1968, e foram aprovados sessenta alunos.

Em setembro de 1972, foi criada a Associação de Integração Social de Itajubá (AISI), que incorporou a Faculdade de Medicina de Itajubá e até hoje é sua mantenedora.

Departamentos[editar | editar código-fonte]

Departamento de Anatomia

Departamento de Bioquímica e Laboratório Clínico

Departamento de Biologia

Departamento de Fisiologia

Departamento de Técnica cirúrgica

Departamento de Patologia

Departamento de Farmacologia

Departamento de Clínica Médica

Departamento de Clínica Cirúrgica

Departamento de Ginecologia e Obstetrícia

Departamento de Pediatria

Departamento de Cardiologia

Departamento de Gastroenterologia

Departamento de Reumatologia

Departamento de Endocrinologia e Metabologia

Departamento de Genética Clínica

Departamento de Ortopedia

Departamento de Oncologia

Departamento de Otorrinolaringologia

Departamento de Psiquiatria

Departamento de Oftalmologia

Departamento de Neurologia e Neurocirurgia

Departamento de Cirurgia Vascular e Angiologia

Departamento de Cirurgia Torácica

Departamento de Pneumologia

Departamento de Nefrologia

Departamento de Urologia

Cursos de Graduação[editar | editar código-fonte]

Medicina (6 anos)

Nutrição (4 anos)

Tecnologia em Patologia Clínica (2 anos)

Tecnologia em Farmácia (2 anos)

Tecnologia em Radiologia (2 anos)

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]