Faculdade de Medicina de Jundiaí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
FMJ
Faculdade de Medicina de Jundiaí
Tipo de instituição Pública municipal
Total de estudantes 397 + 117 residentes
Diretor(a) Prof. Dr. Itibagi Rocha Machado
Vice-diretor(a) Prof. Dr. Edmir Américo Lourenço
Estado São Paulo
Página oficial http://www.fmj.br
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

A idéia da fundação de uma Escola Superior Pública em Jundiaí, partiu da própria sociedade jundiaiense, representada na década de sessenta encontrando eco na administração do Prefeito Prof. Pedro Fávaro, promulgando a Lei nº 1.506, no dia 12 de março de 1968, criando a Faculdade de Medicina de Jundiaí, como entidade autárquica do Município.

Ano de criação da FMJ: 1968. Médicos graduados: 2020 (35 Turmas).

1973 – Reconhecimento pelo MEC.

1974 – Formou a primeira Turma.

1974 – Primeiro Programa de Residência Médica em Psiquiatria.

1978 – Implantou Programas de Residência Médica em Clínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Obstetrícia/Ginecologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Dermatologia e Oftalmologia (todos os programas foram credenciados pelo MEC). Residentes formados: 706

1983 – Primeira reforma curricular – Internato em 2 anos.

1989 – Submeteu todos os docentes a concurso público de provas e títulos. Corpo Docente (2009): 132 professores. Titulados (Livre Docente, Doutor, Mestre): 97 (74%)– igual ou superior às grandes universidades públicas. Professores Colaboradores: 82 (voluntários). Médicos Preceptores: em todos os Hospitais conveniados.

2004 – Implantou o PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica)– 20 bolsas do CNPq e 5 bolsas da FMJ – os trabalhos desenvolvidos no PIBIC têm recebido vários prêmios em eventos científicos.

Hoje a FMJ conta com projetos de pesquisa financiados pelas principais agências de Fomento do Brasil, como CNPq e FAPESP. O último vestibular pela VUNESP apresentou uma relação candidato/vaga em torno de 43/11 .

Referências