Fairy Tail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde janeiro de 2014).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Fairy Tail
フェアリーテール
(Cauda de Fada)
Capa do primeiro volume de Fairy Tail publicado pela Kodansha.
Gênero Shōnen, Ação, Comédia, Fantasia, Magia, Ecchi
Mangá
Autor Hiro Mashima
Editora(s) Japão Kodansha
Editora(s)
lusófonas(s)
Brasil Editora JBC
Revista Weekly Shōnen Magazine
Público-alvo Shōnen, Ecchi
Data de publicação Agosto de 2006 – em publicação
Volumes 42 (em andamento) (Lista)
Anime
Direção Shinji Ishihira
Estúdio A-1 Pictures, Satelight (1-175), Bridge (176-??)
Exibição original 12 de outubro de 2009 – em exibição
Emissoras de TV Japão TV Tokyo
Emissoras lusófonas Portugal SIC K
Nº de episódios 178 (em andamento) (Lista)
OVA
Direção Shinji Ishihara
Estúdio A-1 Pictures, Satelight
Lançamento 15 de abril de 2011- em lançamento
Nº de episódios 6 (em andamento) (Lista)
Filme
Fairy Tail: A Sacerdotisa da Fénix
Ano de lançamento 18 de agosto de 2012
Cor Colorido
Diretor Masaya Fujimori
Estúdio A-1 Pictures
Roteiro Masashi Sogo
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Fairy Tail (フェアリーテイル, Fearī Teiru?) é um mangá escrito e ilustrado pelo mangaká Hiro Mashima (mesmo criador de Rave Master). O mangá é publicado semanalmente no Japão, na revista Weekly Shōnen Magazine da editora Kodansha. O mangá começou a ser publicado em agosto de 2006, na edição 35 da Weekly Shōnen Magazine. Produzido pelo A-1 Pictures em parceria com a Satelight e exibido na TV Tokyo, o anime segue as aventuras do mangá, onde a jovem maga Lucy Heartfilia se junta a famosa guilda Fairy Tail logo após conhecer Natsu Dragneel, que está à procura do dragão Igneel, um dragão que o criou e ensinou-o habilidades mágicas. Em 16 de julho de 2010 durante o evento de animes Anime Friends a Editora JBC anunciou que havia comprado os direitos sobre o mangá e assim iria publicar a série no Brasil, que atualmente está no volume 37. Desde sua estréia, Fairy Tail tem se tornado cada vez mais popular, sendo hoje um anime de grande suceso como, Naruto Shippuden, One Piece e Bleach. Depois de quase um ano de pausa o anime voltou dia 05/04/2014.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Lucy Heartfilia é uma jovem maga de 17 anos que deseja evoluir e tornar-se uma grande maga. Para isso, ela terá que entrar em uma guilda de magos, para ganhar dinheiro, sobreviver e também aprimorar suas habilidades. Ela chega até a cidade de Hargeon, onde Natsu Dragneel e Happy desembarcam para procurar Igneel, o dragão que criou Natsu como se fosse um filho, e que um dia, repentinamente, sumiu. Lucy, encontra Natsu e Happy ocasionalmente, após envolverem-se com o perigoso criminoso Bora que tenta transformar Lucy em sua escrava. Após salvar a maga, Natsu, que é integrante de uma das mais famosas guildas, a Fairy Tail, convida a garota a juntar-se a guilda. Assim, Lucy ingressa na Fairy Tail, onde começa a viver todo tipo de missão perigosa junto com Natsu e Happy.

A história se passa em um universo conhecido como Mundo Mágico, uma terra onde a magia é usada em larga escala e os magos gozam de um alto status. Para organizar e facilitar a vida dos magos, surgem as guildas, organizações controladas pelo Conselho que, por sua vez, é controlado pelo Governo. Uma guilda funciona como uma "agência de empregos temporários": um cliente encomenda um serviço, um mago (sozinho ou em equipes) aceita a tarefa e caso seja completado com sucesso, há uma recompensa que varia de acordo com a periculosidade e grau de dificuldade da "missão". Contudo, assim como existem guildas "pacíficas" como a Fairy Tail, também existem guildas das "trevas", de mercenários, com fins e objetivos obscuros.

O anime teve uma pausa entre 30/03/2013 á 05/04/2014.

Anime[editar | editar código-fonte]

A versão animada de Fairy Tail conta com produção técnica dos renomados estúdios A-1 Pictures - subsidiária da Aniplex - divisão de Animações da SONY Co.) e Satelight, o que já garante um alto nível de qualidade. Os efeitos 3D são feitos pela ソニーPCL (SONY PCL) [ja.wikipedia.org/wiki/ソニーPCL] e seus sub-estúdios Studio BACU de ('Bleach: The Diamond Dust Rebellion)3DCGI e (Macross Frontier) nas áreas de Design 4D e Photography.

A ソニーPCL (SONY PCL Inc.) é subsidiária da SONY Corporation que é a criadora e detentora da Patente ANIME! Todos os ANIMES são produzidos pela ソニーPCL e são feitos somente com a liberação da SONY!

Episódios[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Qtde Episódios Aberturas Encerramentos Data
Título Artista Título Artista
1 1 – 11 Snow Fairy Funkist Kanpekigu no ne Watarirouka Hashiritai 12 de outubro de 2009
2 12 – 24 S.O.W. ~Sense of Wonder~ Idoling!!! Tsuioku Merry-Go-Round Onelifecrew 4 de janeiro de 2010
3 25 – 35 ft. Funkist Gomen Ne Watashi Shiho Nanba 12 de abril de 2010
4 36 – 48 R.P.G ~Rockin' Playing Game~ SuG Kimi ga Iru Kara Mikuni Shimokawa 5 de julho de 2010
5 49 – 60 Egao no Mahou Magic Party Holy Shine DaisyxDaisy 11 de outubro de 2010
6 61 – 72 Fiesta +Plus Be as one w-inds 10 de janeiro de 2011
7 73 – 85 Evidence DaisyxDaisy Lonely Person ShaNa 2 de abril de 2011
8 86 – 98 The Rock City Boy JAMIL Don't think. Feel !!! Idoling!!! 2 de julho de 2011
9 99 – 111 Towa no kizuna feat. Another Infinity DaisyxDaisy Kono te Nobashite Hi-Fi CAMP 1 de outubro de 2011
10 112 – 124 I Wish Milky Bunny Boys be Ambitious!! Hi-Fi CAMP 7 de janeiro de 2012
11 125 – 137 Hajimari no sora +Plus Glitter (Starving Trancer Remix) Another Infinity feat. Mayumi Morinaga 7 de abril de 2012
12 138 – 150 Tenohira HERO Yell ~Kagayaku tame no mono~ Sātāandagī 7 de julho de 2012
13 151 – 166 Breakthrough Going Under Ground Kimi ga Kureta Mono Shizuka Kudō 6 de outubro de 2012
14 167 – 175 Yakusoku no Hi Chihiro Yonekura

We're The Stars

Aimi[1] 2 de fevereiro de 2013
15 176- em diante "Masayume Chasing" BoA "Kimi to Kare to Boku to Kanojo to" BREATHE 5 de abril de 2014

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Dublagem Portuguesa Portugal[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O mangá começou a ser lançado pela [SEKIO TAN]] no dia 20 de agosto de 2009, e nos EUA foi lançado pela Del Rey Manga. O mangá conta com 32 volumes + 10 capítulos separados. Do final de 2008 ao final de 2009, Fairy Tail foi o 8º mangá mais vendido do Japão com 2.886.942 cópias vendidas. Na França, Fairy Tail ganhou o prêmio da categoria de melhor mangá shōnen (para meninos) na Japan Expo Awards 2009. E nos EUA ganhou o de melhor mangá de comédia, pela editora Del Rey Manga no SPJA Industry Awards. Hiro Mashima também lançou um one-shot denominado Fairy Tail X Rave Master, que é um crossover entre Fairy Tail e o mangá anterior de Hiro Mashima, Rave Master. Em 12 de outubro de 2009, ganhou uma adaptação para anime, sendo "confirmado" que no Japão, a série terminaria no episódio 48, porém a edição #42 da revista Shōnen Magazine confirmou que o anime ganharia uma nova temporada em 2011. Segundo o diretor Shinji Ishihira, a Segunda Temporada começaria de acordo com a história do capítulo 131 do mangá, intitulado “Nirvana”. O anime produzido pela A-1 Pictures e Satelight foi ao ar pela primeira vez no Japão pelo canal TV Tokyo. Recentemente, Hiro Mashima e o estúdio A-1 Pictures anunciaram que o anime vai dar uma pausa no episódio 175.[2]

A série também conta com um CD oficial com a trilha sonora do anime que foi lançado no Japão no dia 6 de janeiro de 2010. O primeiro DVD oficial do anime saiu dia 29 de janeiro do mesmo ano e conta com apenas quatro capítulos da série. Um filme foi lançado em agosto de 2012, baseado no anime, cuijo o título é Fairy Tail the Movie: The Phoenix Priestess. A série também ganhou um game exclusivamente para PSP, o jogo foi desenvolvido pela famosa Konami, e foi lançado dia 3 de julho de 2010 no Japão e é exclusivo para PSP.Fairy Tail Portable Guild permitirá partidas entre até 4 jogadores simultâneos, além de possuir vastos tipos de roupas e acessórios para dar uma customizada nos lutadores. Mas a maior novidade será a inclusão de 2 personagens inéditos, ou seja, que ainda podem (ou não) aparecerem no mangá ou no anime.[3]

Enquanto a Konami lança Fairy Tail Portable Guild, jogo de luta para o PSP, a Hudson trabalha silenciosamente em um game baseado no mangá e anime de Hiro Mashima para o concorrente Nintendo DS. Apesar de ainda não haver muitos detalhes sobre o game, sabe-se que será focado na ação e com suporte para até 2 jogadores e terá o título de Fairy Tail Gekitou! Madoushi Kessen. O jogo está previsto chegar às lojas japonesas no dia 22 de julho de 2011 com os custos de ¥ 5.229, aproximadamente R$ 57,00.

A primeira vez que Natsu e os outros aparecem em um game, foi no Sunday x Magazine: Taisen Action. O game foi lançado dia 26 de março de 2009, e é um jogo de personagens da Weekly Shōnen Sunday VS Weekly Shōnen Magazine. Natsu e Lucy já estão presentes e são ao todo 29 personagens contando com 15 da Shōnen Magazine e 14 da Shōnen Sunday. O jogo também é para PSP. Natsu e Lucy participam do jogo com personagens conhecidos como Ban Mido (Get Backers),Minami Itsuki (Air Gear),Negi Springfield (Negima!), Inuyasha (InuYasha),Sumimura Yoshimori (Kekkaishi), e outros personagens.

Notas e referências

  1. tv-tokyo.co.jp
  2. [[1]] Acesso em 02 de Março de 2013
  3. FAIRY TAIL - Game Mobile (em japonês) Acesso em 10 de Janeiro de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]