Faisão-de-swinhoe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaFaisão Swinhoe
Macho faisão swinhoe

Macho faisão swinhoe
Estado de conservação
Status iucn2.3 CD pt.svg
Dependente de medidas de conservação
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: aves
Ordem: galliformes
Família: Phasianidae
Género: Lophura
Espécie: L. swinhoii
Nome binomial
Lophura swinhoii
Gould, 1863

O faisão swinhoe é uma ave da ordem Galliformes, com uma plumagem azulada e preta, macho, e a fêmea, toda marrom.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A um dimorfismo sexual marcante no faisão swinhoe, sendo, o macho azul com uma mancha branca nas costas, preto na barriga, com o cauda preto e branco, e vermelho ao redor dos olhos, já a fêmea é marrom, com as pontas das penas amarelada na região do peito/barriga.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Normalmente um macho aceita mais de uma fêmea, a fêmea põe cerca de 6 a 12 ovos/ano, incubando durante 25 dias.

Habitat[editar | editar código-fonte]

o faisão swinhoe é originário das montanhas de Taiwan, habita floresta primária e secundária de 200 à 2500 metros. Sendo um animal terrestre.

Ameaças e Conservação[editar | editar código-fonte]

No passado a espécie era muito caçada, fez com que, sua população decaísse. Hoje a sua principal preocupação é a perda de habitat, fora das reservas, estima-se que exista 10 mil animais na natureza. Já existe criação em cativeiro, seu preço chegando a R$ 1000/casal. O primeiro exemplar em cativeiro foi em 1866 no Jardin d'acclimatation em Paris, França, já no mesmo ano nascendo 12 filhotes em cativeiros.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

Se alimenta basicamente de insetos, Frutas, raízes, folhas, etc.

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]