Fan film

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Fan films são produções independentes relacionadas a uma obra existente (não necessariamente outro filme), criado por fãs. Um exemplo são os vídeos sobre Star Wars, com diversos projetos finalizados e em andamento.

Um fã film pode ser considerado como uma mídia que está ganhando mais espaço com a internet e uma forma de artistas se expressarem e criarem filmes pelo fato de gostarem e não por fins lucrativos.

Alguns são feitos como projetos escolares, fã trailers, etc. Variam na qualidade podendo ser desde um curta metragem até um longa metragem como em alguns fã films de Star Wars.

Em geral um fã film não recebe autorização dos produtores, mas em casos notáveis pode ser reconhecido.

Um fã fim chamado de "Star Wreck: In the Pirkinning" unindo Star Trek e Battlestar Galactica teve mais 4 milhões de download chegando a ser um dos fã films mais vistos.

História[editar | editar código-fonte]

A tecnologia requerida para criar um fã film era um fator limitante até pouco tempo. Em 1960 um estudante americano de cinema criou uma série de curtas em preto e branco baseado em filmes de terror conhecidos, e também outros filmes se baseando em heróis da época de 1940 até 1950. Na mesma época o artista Andy Warhol produziu um filme chamado "Batman VS Drácula". Somente nos anos 70, com a popularização das feiras de ficção, os fãs puderam divulgar seus filmes para o mundo.

Na época os filmes eram exibidos em feiras de ficção científicas, com o tempo começaram a ser exibidos e vendidos em VHS depois em VCD. Atualmente podem ser encontrados em DVD, na internet e em alguns programas de televisão, como o playzone da rede21.

Mas o que deu uma grande ascensão ao gênero foi a internet, com a fácil divulgação e o fato de poder abranger o mundo, excelentes profissionais foram descobertos em diversos fã films, conseguindo uma sonhada vaga em uma produtora de sucesso; a internet é uma grande auxiliadora, divulgadora com diversas produções inéditas sendo divulgadas constantemente. Alguns sites dedicados aos fã films como "Theforce.net" que disponibiliza vários filmes de Guerra nas Estrelas e ainda têm o "BatmanFanFilms" especializado em batman e vários sites especializados em vídeos como Commanderbond.net, MI6.co.uk, Youtube, google video, metacafe entre outros.

Histórias dos fan filmes japoneses[editar | editar código-fonte]

Enquanto os animes e tokusatsus cresciam no Japão e no mundo nos anos 80, um grupo chamado de Daicon (agora chamado Gainax) foi criado por Hideaki Anno, por Yoshiyuki Sadamoto, por Takami Akai e por Shinji Higuchi; Esse grupo produziu uma séries de tokusatsus que parodiavam filmes de monstros e super heróis conhecidos. Estas produções incluem o herói rápido Noutenki (1982), o Esquadrão Patriótico Dai-Nippon (1983), Retorno do Ultraman (1983), A Serpente Gigante (1985).

O comediante Shinpei Hayashiya produziu séries de fã filmes que incluem "Godzilla Vs. Seadora" e "Gamera 4: Truth" (2004).

E nesse novo século estão nascendo novas produções que parodiam tokuasatsus, principalmente super sentais.

Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.