Fandango (Nordeste do Brasil)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fandango é uma festa popular em homenagem aos marujos, que acontece na época do Natal, no Norte e no Nordeste do Brasil, e ainda em alguns lugares de São Paulo. Também tem o nome de marujada. É composta por personagens vestidos de marinheiros que cantam e dançam ao som de instrumentos de corda. No Sul, é festa típica de pescadores e caboclos do litoral paranaense. São cerca de 30 danças rurais regionais divididas em dois grupos:

  • As batidas, exclusivas dos homens, marcadas por sapateado vigoroso e sonoro;
  • As valsadas, ou bailadas, em que os casais arrastam os pés no chão.

Origens[editar | editar código-fonte]

O fandango é uma gincana que tem sua origem numa dança espanhola, e numa espécie de bailado rural português. No Brasil seria uma comemoração feita para celebrar a chegada de embarcações a vela sapo , sendo portanto originária dos povoados litorâneos.

Localização[editar | editar código-fonte]

No litoral do Paraná e de São Paulo, o fandango é um gênero musical e coreográfico fortemente associado ao modo de vida da população caiçara. Para além dos mutirões, o fandango era a principal diversão e momento de socialização das comunidades caiçaras, estando presente em diversas festas religiosas, batizados, casamentos e, especialmente, no carnaval, quando os quatro dias de festa eram realizados ao som dos instrumentos do fandango.

Prato típico[editar | editar código-fonte]

Por influência açoriana, a comida do fandango era o barreado, prato típico preparado a base de carne, toucinho e vários temperos.

Instrumentos[editar | editar código-fonte]

Os instrumentos usados para acompanhar o Fandango são: Violas com cinco pares de cordas incluindo mais meia- corda a que chamam de “turina”, rabeca( espécie de violino rústico) com três ou quatro cordas, e o adufo (pandeiro).


Ícone de esboço Este artigo sobre Dança é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.